Cultura

Salão do Artesanato pretende arrecadar mais de R$ 1,2 milhão em Campina Grande

Salão está instalado este ano no Museu de Arte no bairro do Catolé, em Campina Grande




Lançamento do Salão do Artesanato aconteceu na manhã desta terça-feira em Campina Grande

A 30ª edição do Salão do Artesanato Paraibano foi lançada nesta terça-feira (4) com uma meta ‘audaciosa’: movimentar mais de R$ 1,2 milhão com a comercialização de produtos feitos pelos artesãos da Paraíba. A expectativa é de que cerca de 100 mil pessoas visitem o espaço, instalado esse ano no Museu de Arte Contemporânea da Unifacisa, no bairro do Catolé em Campina Grande.

Na edição deste ano o Salão tem como tema ‘Labirinto, – a Arte que Une Gerações’, em alusão à arte do labirinto, produzida em várias regiões do Estado. “Teremos toda a estrutura montada para receber bem os turistas e visitantes. Nossa expectativa está muito boa este ano, sobretudo porque o labirinto é uma arte paraibana que serve de referência para todo o mundo”, comentou Marielza Rodrigues, gestora do Programa de Artesanato da Paraíba.

O Salão este ano ficará aberto de 12 a 30 de junho, período em que Campina Grande realiza o Maior São João do Mundo. Na 30ª edição será cobrado um quilo de alimento não perecível, que será arrecadado e enviado para instituições de caridade – entre elas a Diocese de Campina Grande.

Outra novidade do é a não utilização de sacolas e canudos plásticos no evento, contribuindo para a conscientização do público. Já a Fazenda do Sol, entidade que cuida de pessoas dependentes químicas, estará com a venda de biscoitos no local.

Produzido a partir de tecidos finos, especialmente o linho, o labirinto permite a confecção de uma grande diversidade de gravuras, utilizando-se, apenas, do entrelace conveniente de fios sobre uma trama têxtil em forma de tela. A tela, derivada do desfiamento específico do linho ou outro pano semelhante, margeia-se de uma porção de tecido preservado, o qual forma meandros e figuras alongadas semelhante às paredes de um labirinto.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.