Cultura


Pica-Pau: filme dos EUA, produzido no Canadá e lançado no Brasil

Nos demais países, filme será lançado apenas em DVD ou em streaming.




Divulgação
Divulgação
No longa, Pica-Pau é computadorizado e interage com atores reais, como Thayla Ayala

Nesta quinta-feira (5), estreia nos cinemas de todo Brasil o longa em live action Pica-Pau, desenho que marcou a infância dos brasileiros. O filme só terá estreia no Brasil. Já nos demais países, a divulgação será em pequenas mídias, como DVD ou streaming. O destaque do elenco é a atriz brasileira Thaila Ayala que aparece dublada por outra pessoa no trailer.

A produção será lançada em cerca de 720 salas no Brasil, um número pequeno em comparação à Procurando Dory (2016), que garantiu uma estreia com 1.241 salas. Esta não é a única desvantagem do filme.

A atriz brasileira confessou em entrevista outra questão: a falta de identificação do público infantil com o personagem. "Eu contracenei com uma criança no filme e com certeza ele não conhecia muito, não", conta Ayala. "Ele foi muito grande nos Estados Unidos nos anos 1960."

Além disso, a produção americana tem outras curiosidades: foi gravada em inglês no Canadá, mesmo o personagem não sendo muito popular nos dois países; foi computadorizado; e todo material de divulgação foi realizado apenas em português.

Confira o trailer do longa: