Cultura


Netflix anuncia início das gravações do filme Outlaw King na Escócia

 Roteiro da trama contará drama de época sobre o lendário Rei dos Escoceses Robert The Bruce.




Divulgação/Netflix
Divulgação/Netflix
O roteiro foi escrito em parceria de David Mackenzie, Bash Doran, James MacInnes, Mark Bomback e pelo dramaturgo escocês David Harrower

Foi anunciado nesta sexta-feira (8), o início das filmagens de Outlaw King no Reino Unido, um drama de época sobre o lendário Rei dos Escoceses Robert The Bruce. O anuncio foi feito pela Netflix e tem direção de David Mackenzie. O premiado ator Chris Pine foi escolhido para protragonizar a trama ao lado de Aaron Taylor-Johnson (Animais Noturnos), Florence Pugh (Lady Macbeth), Tony Curran (“Sons of Anarchy”), Stephen Dillane ("Game of Thrones") e Billy Howle (Dunkirk). O longa-metragem é produzido pelos parceiros cinematográficos David Mackenzie e Gillian Berrie, via sua produtora Sigma Films, e Richard Brown e Steve Golin da Anonymous Content.

O roteiro, escrito em parceria de David Mackenzie, Bash Doran, James MacInnes, Mark Bomback e pelo dramaturgo escocês David Harrower, é ambientado durante o extraordinário ano histórico quando Robert The Bruce luta para recuperar o controle, após ter sido coroado Rei dos Escoceses, para logo depois ser derrotado em um ataque surpresa e ser considerado um fora-da-lei pelo Rei Inglês e suas forças de ocupação.

"Estou tão feliz por ter a oportunidade de ir a fundo na história de Robert The Bruce e descobrir algumas das verdades que muitas vezes são ofuscadas pela lenda. Este é o meu sexto filme na Escócia e o outono é a minha época favorita do ano para gravar, então estou ansioso para dar vida a este filme nos belos elementos escoceses - faça chuva, sol, tempestade ou neve. Sinto orgulho por nossa pequena produtora baseada em Glasgow, Sigma Films, ter sido capaz de fazer este filme e agradeço a Netflix por nos deixar fazer isso", comentou o diretor David Mackenzie.

Ele continuou: "Também estou encantado com o fato de Chris Pine, com quem tive um excelente momento no nosso último filme, ter se juntado ao nosso elenco e equipe escocesa e internacional, incluindo o excelente Aaron Taylor-Johnson e o empolgante talento em ascensão de Florence Pugh e Billy Howle. Eu sei que Chris vai trazer intensidade e estilo para Robert The Bruce e sua luta para retomar seu país, sendo coroado Rei dos Escoceses, depois sofrendo uma derrota desastrosa e fugindo com apenas um punhado de apoiadores somente para desbravar seu caminho de volta à vitória com coragem e astúcia. Esta foi uma das primeiras formas de guerrilha contra o poder de um inimigo com uma vasta e maior quantidade de recursos, e é uma das grandes narrativas de superação da história".

"O talento de David como cineasta e contador de histórias é inegável. Estamos ansiosos para trabalhar com ele em um projeto desta escala, trazendo uma história tão poderosa à vida", disse o VP de filmes originais da Netflix, Scott Stuber. "Nós acreditamos na universalidade deste conto de Davi e Golias, e que ele será aproveitado e apreciado pelo público do mundo todo".

Com o apoio da Creative Scotland, as gravações acontecerão em lugares históricos da Escócia, incluindo o último local onde estariam os restos mortais do lendário Rei Escocês. O filme está programado para estrear em 2018.