Cultura


'A Torre Negra', 'Bingo' e filme de Walter Carvalho estreiam na PB

No total, seis filmes entram em cartaz nesta quinta-feira (24). Produções brasileiras são maioria.




Divulgação
Divulgação
Vladimir Brichta vive o palhaço protagonista de 'Bingo: o Rei das Manhãs'

Seis filmes entram em cartaz nas salas de cinema da Paraíba nesta quinta-feira (24). Os principais destaques são 'A Torre Negra', adaptação dos livros de Stephen King, 'Bingo: O Rei das Manhãs' e o documentário 'Um Filme de Cinema', dirigido pelo paraibano Walter Carvalho. Também estreiam 'João, o Maestro', 'Doidas e Santas' e 'Na Mira do Atirador'

'A Torre Negra' o pistoleiro Roland Deschain (Idris Elba) percorre o mundo em busca da construção que dá nome ao filme, um prédio mágico que está prestes a desaparecer. Essa busca envolve uma perseguição ao poderoso Homem de Preto (Matthew McConaughey), passagens entre tempos diferentes, encontros intensos e confusões entre o real e o imaginário.

A cinebiografia 'Bingo: o Rei das Manhãs' conta a história de Arlindo Barreto, que no filme é chamado de Augusto, um dos intérpretes do palhaço Bozo, nos anos 80. O longa, protagonizado por Vladimir Brichta, mostra um artista que sonha com os holofotes e encontra sua grande chance ao se tornar o palhaço que comanda um programa infantil na TV. Por conta de uma cláusula no contrato, ele não pode revelar sua identidade . O filme é dirigido por Daniel Rezende, que ganhou o prêmio da British Academy of Film and Television (BAFTA) por Melhor Edição e foi indicado ao Oscar, com 'Cidade de Deus'.

O documentário 'Um Filme de Cinema', de Walter Carvalho, traz um cinema em ruínas no Sertão da Paraíba, como cenário inicial. Diversos nomes do cinema, como Hector Babenco, Ruy Guerra, Ken Loach e Gus Van Sant discutem sobre a linguagem cinematográfica, qual a forma de se trabalhar e qual a função dos filmes. Walter gravou o material durante 14 anos e incluiu uma entrevista com Ariano Suassuna e um encontro com o ator italiano Salvatore Cascio, que revisitou locações do clássico "Cinema Paradiso", de 1988.

Outra cinebiografia nacional entra em cartaz nesta quinta-feira. “João, o Maestro” conta a história de João Carlos Martins. Consolidado como pianista de sucesso, João sofreu um acidente que prejudicou o movimento da sua mão direita. Porém, ele não desistiu e continuou se apresentando apenas com uma mão. Em um outro acidente, ele perdeu também os movimentos da mão esquerda, fazendo-o se reinventar mais uma vez e retornar ao mundo da música como maestro. O filme é drigido por Mauro Lima, responsável por 'Tim Maia' (2014), 'Reis e Ratos' (2012), e 'Meu Nome não é Johnny (2008), entre outros.

A comédia nacional 'Doidas e Santas' também entra em cartaz nos cinemas paraibanos. No filme de Paulo Thiago, Beatriz (Maria Paula) é uma terapeuta de casais que escreve livros sobre o tema. Pressionada com o prazo cada vez mais apertado para escrever seu novo livro, ela precisa lidar com a vida pessoal. Problemas no próprio casamento, com o advogado Orlando (Marcelo Faria), e ainda a filha adolescente (Luana Maia) e a mãe (Nicette Bruno), com as quais vive batendo de frente.

A última estreia da semana é o suspense de guerra 'Na Mira do Atirador'. O filme se passa em pleno campo de batalha, quando dois soldados americanos descobrem que estão na mira de um atirador iraquiano. Eles não sabem onde o inimigo se esconde, nem podem se comunicar um com o outro, já que o adversário está interceptando a conversa dos americanos via rádio comunicador. Escondidos atrás de uma pequena parede de pedra, eles têm que encontrar uma maneira de sair vivos.