Cultura


Finalistas do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro são exibidos na PB

Exibições acontecem no campus da UFPB, na capital, e no CCBNB, em Sousa.




Divulgação
Divulgação
As exibições são gratuitas e os filmes vão a voto porpular até o dia 29 deste mês

Os filmes indicados à “16ª edição do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro” serão exibidos a partir desta segunda-feira (21) no Cine Aruanda do Centro de Comunicação, Turismo e Artes da Universidade Federal da Paraíba (CCTA/UFPB), em João Pessoa. As exibições são gratuitas e os filmes vão a voto porpular até o dia 29 deste mês. Já o Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBNB), em Sousa, receberá exibições gratuitas dos filmes que concorrem ao Voto Popular, a partir de quarta-feira (23) até o dia 2 de setembro.

O público poderá eleger os seus favoritos através da página até o dia premiação – 5 de setembro - que acontece no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Os filmes “Aquarius”, “Boi Neon”, “Elis”, “Mãe só há uma” e “Nise – O coração da loucura” disputam a categoria de Longa-Metragem de Ficção. “Cícero Dias, O compadre de Picasso”, “Cinema Novo”, “Curumim”, “Eu sou Carlos Imperial”, “Marias”, “Menino 23 – Infâncias perdidas no Brasil” e “Quanto tempo o tempo tem”, lutam pelo prêmio de Longa-Metragem Documentário. Já “A chegada (Arrival)”, “A garota dinamarquesa (The Danish Girl)”, “Animais noturnos (Nocturnal Animals)”, “Elle (Elle)”, “O filho de Saul (Son of Saul)” e “Spotlight – Segredos revelados (Spotlight)”, estão na categoria Longa-Metragem Estrangeiro.

Sobre o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

Maior premiação do cinema nacional, o Grande Prêmio chega a sua 16ª edição em 2017. O evento, que será realizado no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, no dia 5 de setembro, premiará os profissionais e filmes lançados comercialmente em 2016.

“São 16 anos ininterruptos do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, feito a partir da votação isenta de um júri técnico composto por 250 membros da Academia e do voto popular. Apesar da crise econômica do país, que reflete na área cultural pela fuga de patrocinadores, acreditamos que o Grande Prêmio é fundamental para a promoção do cinema brasileiro e de novos talentos que surgem a cada dia. Graças a parceiros que acreditam nisso, a Academia pode continuar realizando a premiação”, declara Jorge Peregrino, vice-presidente da Academia Brasileira de Cinema.


CIRCUITO VOTO POPULAR:

JOÃO PESSOA/PB

CINE ARUANDA - JOÃO PESSOA
Campus I da UFPB

21 DE AGOSTO

16h30 – AQUARIUS; dir: Kleber Mendonça Filho. Classificação indicativa: 16 anos
19h – ELIS; dir: Hugo Prata. Classificação indicativa: 14 anos

22 DE AGOSTO
16h30 – CURUMIM; dir: Marcos Prado. Classificação indicativa: 14 anos
19h – CÍCERO DIAS, O COMPADRE DE PICASSO; dir: Vladimir Carvalho. Classificação indicativa: 10 anos

23 DE AGOSTO
16h30 – MÃE SÓ HÁ UMA; dir. Anna Muylaert. Classificação indicativa: 16 anos
19h – NISE - O CORAÇÃO DA LOUCURA; dir: Roberto Berliner. Classificação indicativa: 12 anos

24 DE AGOSTO
16h30 – MARIAS; dir: Joana Mariani. Classificação indicativa: Livre
19h – MENINO 23 - INFÂNCIAS PERDIDAS NO BRASIL; dir: Belisario Franca. Classificação indicativa: 12 anos

25 DE AGOSTO
16h30 – QUANTO TEMPO O TEMPO TEM; dir. Adriana Dultra. Classificação indicativa: Livre
19h – BOI NEON; dir. Gabriel Mascaro. Classificação indicativa: 16 anos

26 DE AGOSTO

16h30 – EU SOU CARLOS IMPERIAL; dir. Renato Terra e Ricardo Calil. Classificação indicativa: 16 anos
19h – CINEMA NOVO; dir. Eryck Rocha. Classificação Etária: 12 anos

29 DE AGOSTO
16h30 – ANIMAIS NOTURNOS; dir: Tom Ford. Classificação indicativa 16 anos
19h – A GAROTA DINAMARQUESA; dir: Tom Hooper. Classificação indicativa: 14 anos

CENTRO SOUZA/PB
CCBNB-CENTRO CULTURAL BANDO DO NORDESTE – SOUSA

Rua Cel. José Gomes de Sá, 07 – Centro - Sousa/PB

23 DE AGOSTO
15h – AQUARIUS; dir: Kleber Mendonça Filho. Classificação indicativa: 16 anos
19h – ELIS; dir: Hugo Prata. Classificação indicativa: 14 anos

24 DE AGOSTO
15h – CÍCERO DIAS, O COMPADRE DE PICASSO; dir: Vladimir Carvalho. Classificação indicativa: 10 anos
19h – CURUMIM; dir: Marcos Prado. Classificação indicativa: 14 anos

29 DE AGOSTO
15h – MÃE SÓ HÁ UMA; dir. Anna Muylaert. Classificação indicativa: 16 anos
19h – NISE - O CORAÇÃO DA LOUCURA; dir: Roberto Berliner. Classificação indicativa: 12
Anos

30 DE AGOSTO
15h – MARIAS; dir: Joana Mariani. Classificação indicativa: Livre
17h – MENINO 23 - INFÂNCIAS PERDIDAS NO BRASIL; dir: Belisario Franca. Classificação
indicativa: 12 anos
19h – CINEMA NOVO; dir. Eryck Rocha. Classificação Etária: 12 anos

31 DE AGOSTO
15h – QUANTO TEMPO O TEMPO TEM; dir. Adriana Dultra. Classificação indicativa: Livre
17h – EU SOU CARLOS IMPERIAL; dir. Renato Terra e Ricardo Calil. Classificação indicativa:
16 anos
19h – BOI NEON; dir. Gabriel Mascaro. Classificação indicativa: 16 anos

01 DE SETEMBRO
17h – A GAROTA DINAMARQUESA; dir: Tom Hooper. Classificação indicativa: 14 anos
19h – ANIMAIS NOTURNOS; dir: Tom Ford. Classificação indicativa 16 anos

FINALISTAS VOTO POPULAR

Melhor longa-metragem de ficção

  • AQUARIUS de Kleber Mendonça Filho. Produção: Emilie Lesclaux por Cinemascópio
  • BOI NEON de Gabriel Mascaro. Produção: Rachel Ellis por Desvia Produções
  • ELIS de Hugo Prata. Produção: Fabio Zavala e Hugo Prata por Bravura Cinematográfica Ltda
  • MÃE SÓ HÁ UMA de Anna Muylaert. Produção: Sara Silveira e Maria Ionescu por Dezenove Som e Imagens e Anna Muylaert por África Filmes
  • NISE – O CORAÇÃO DA LOUCURA de Roberto Berliner. Produção: Rodrigo Letier por TV Zero Cinema


Melhor longa-metragem documentário

  • CÍCERO DIAS, O COMPADRE DE PICASSO de Vladimir Carvalho. Produção: Vladimir Carvalho por Com Domínio Filmes
  • CINEMA NOVO de Eryk Rocha. Produção: Diogo Dahl por Coqueirão Pictures (Kino TV) e Eryk Rocha por Aruac Filmes
  • CURUMIM de Marcos Prado. Produção: Marcos Prado e José Padilha por Zazen Produções
  • EU SOU CARLOS IMPERIAL de Renato Terra e Ricardo Calil. Produção: Alexandre Rocha e Marcelo Pedrazzi por Afinal Filmes
  • MARIAS de Joana Mariani. Produção: Matias Mariani por Primo Filmes e Joana Mariani por Mar Filmes
  • MENINO 23 – INFÂNCIAS PERDIDAS NO BRASIL de Belisario Franca. Produção: Maria Carneiro da Cunha por Giros
  • QUANTO TEMPO O TEMPO TEM de Adriana L. Dutra. Produção: Claudia Dutra e Viviane Spinelli por Inffinitto


Melhor longa-metragem estrangeiro

  • A CHEGADA/ Arrival– dirigido por Denis Villeneuve. Distribuição: Sony Pictures
  • A GAROTA DINAMARQUESA / The Danish Girl – dirigido por Tom Hooper. Distribuição: Universal Pictures
  • ANIMAIS NOTURNOS/ NocturnalAnimals– dirigido por Tom Ford. Distribuição: Universal Pictures
  • ELLE/ Elle– dirigido por Paul Verhoeven. Distribuição: Sony Pictures
  • O FILHO DE SAUL/ Sonof Saul – dirigido por László Nemes, Distribuição: Sony Pictures
  • SPOTLIGHT - SEGREDOS REVELADOS / Spotlight– dirigido por Tom McCarthy. Distribuição: Sony Pictures