Cultura


'A fotografia é espaço de liberdade', diz a fotógrafa Kleide Teixeira

Profissional reconhecida nacionalmente conta história por trás de foto tirada em passeio de barco.




Kleide Teixeira
Kleide Teixeira
"Tambaú estava com o mar bem mexido e com ondas altas e a cidade estava linda”, relembra Kleide

Com sensibilidade, dedicação e muito amor à arte, a baiana Kleide Teixeira construiu uma trajetória marcante na fotografia. Seu trabalho, reconhecido nacionalmente, é variado, mas carrega sempre um elemento que prende o olhar. Entre os exemplos que mostram sua versatilidade estão registros de personalidades importantes, coberturas de acontecimentos que impactaram a Paraíba e retratos únicos do cotidiano. 

>>> No Dia da Fotografia, fotógrafos relembram cliques marcantes

>>> Felipe Gesteira conta que duelou com fã até conseguir foto de Amy Winehouse

De acordo com ela, a fotografia é o espaço de liberdade. "É o lugar onde posso fazer o que quero e o que gosto, sem me preocupar com modismos, escolas ou cobranças de qualquer tipo”, conta a profissional, que já trabalhou no JORNAL DA PARAÍBA e recebeu inúmeros prêmios por suas colaborações para o jornal.

Além dos anos em que atuou como repórter fotográfica da empresa, Kleide acumulou uma vasta experiência em outros veículos de renome, como as revistas Exame, Monet, AutoEsporte, Criativa, Globo Rural e Galileo. Suas lentes também já trabalharam para as Secretarias de Comunicação, de Cultura e de Desenvolvimento Humano da Paraíba, tornando-a praticamente uma paraibana, conforme ela mesma frisa. 

Embora tenha um acervo de impressionar, a foto escolhida por Kleide para ilustrar a matéria é, de certa forma, simples. Ela foi tirada durante um passeio de barco de maneira despretenciosa. “Estávamos voltando de Atapuz, em Recife, o vento mudou e ficou muito forte. Quando passamos por Tambaú, estava com o mar bem mexido e com ondas altas. E a cidade estava lindamente iluminada pela luz de fim de tarde”, relembra.

O que mais se destaca no registro é o ponto de vista que a fotógrafa conseguiu alcançar. “Gosto dela por conta disso, não é muito comum vermos a cidade desde o mar e sim o mar desde a cidade. E também porque as cores do mar e da cidade se complementam e o resultado ficou agradável ao olhar”, explica.

A aposta da Kleide, sempre atenta e ligada às redes sociais, fez sucesso e rendeu mais de 900 curtidas e 110 compartilhamentos em seu Facebook. “Para mim, [a foto] foi a mais exibida. Isso já foi um prêmio”, brinca orgulhosa sobre o fato do retorno ter surpreendido.

*Sob supervisão e edição de Phillipe Xavier