Cultura

Orquestra da UFPB apresenta concerto da série Augusto dos Anjos

Evento acontece na Sala de Concertos Maestro José Siqueira.




Divulgação/OSUFPB
Divulgação/OSUFPB
Orquestra apresenta um concerto com obras de importantes compositores da música do século XX

Nesta quinta-feira (10), às 20h30, acontece o primeiro dos três concertos realizados pela Orquestra Sinfônica da Universidade Federal da Paraíba (OSUFPB) dedicados à série Augusto dos Anjos, com enfoque em obras estrangeiras ligadas às diversas linhas estéticas do século XX. Este 10º primeiro concerto da temporada vai ser realizado na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural. A entrada é gratuita.

Na ocasião, a OSUFPB, composta de vinte uma cordas, apresenta um concerto com obras de importantes compositores da música do século XX. No repertório, peças de Anton Weber, Benjamin Britten e de Johann Baptist Neruda, que terá seu Concerto em Mib maior para Trompete e Orquestra de Cordas solado pelo trompetista e professor do Departamento de Música da UFPB, Gláucio Xavier. A regência fica sob o encargo do maestro convidado Gustavo Paco de Gea.

Divididos em séries temáticas nesta temporada de 2017, os concertos da OSUFPB contemplam diversas vertentes da história da música orquestral por suas características estéticas, levando cada uma delas a ser referenciada por personagens paraibanos, emblemáticos para a cultura nordestina a partir de sua contribuição para a cultura brasileira e universal. Este ano já foram contempladas as séries Philipeia, Mestre Ariano e Pedro Américo.

O concerto desta quinta inicia a série inspirada pelo poeta paraibano Augusto dos Anjos, reconhecido como poeta pré-modernista e que, por alguns aspectos de sua poesia, se aproxima do Expressionismo, corrente de vanguarda que em música tem seus máximos expoentes em Schönberg, Webern e Berg.

Os concertos da OSUFPB, que normalmente acontecem na Sala de Concertos Radegundis Feitosa, no Campus I da UFPB, estão sendo realizados na Sala José Siqueira do Espaço Cultural, graças a parceria entre a UFPB e a FUNESC.