Cultura


Confira o ‘Roteiro das Paixões 2017’, que acontece em bairros da capital

Espetáculos serão apresentados ao público gratuitamente, de 9 a 16 de abril.




Divulgação
Divulgação
Encenações que ocorrem em diferentes bairros de João Pessoa durante a Semana Santa

Foi divulgado nesta terça-feira (4) o ‘Roteiro das Paixões 2017’, projeto em que grupos teatrais contam a história da crucificação de Jesus Cristo em encenações que ocorrem em diferentes bairros de João Pessoa durante a Semana Santa. Os espetáculos serão apresentados ao público gratuitamente, de 9 a 16 de abril, em praças e até feiras livres.

A programação começa no domingo (9), pelo bairro de Mandacaru, com a ‘Paixão de Cristo Itinerante’, que tem direção de Ailton Silva. O espetáculo, encenado no bairro pela 38ª vez, começa às 19h, sendo apresentado até o dia 14 de abril em diferentes locais. O texto fala sobre o batismo e os milagres de Jesus, como a cena de Lázaro, a adúltera, o tributo a César e o lava pés.

‘Vendedores de uma Paixão’ será encenado em Jaguaribe, na quarta-feira (12). Serão duas apresentações, as 10 e 16h, tendo como palco a feira livre do bairro. O espetáculo, dirigido por Romildo Rodrigues, conta a história de um grupo de atores mambembes que vai até a feira contar o Auto de Deus.

No dia 12 de abril, a encenação da “Paixão de Cristo” será no Santuário da Penha, as 19h30. A apresentação de atores locais narra diversas passagens da vida de Jesus Cristo, desde seu nascimento até a ressurreição, em um espetáculo com 1h30 de duração. O elenco completo é formado por 45 pessoas, entre atores, figurantes, artistas e técnicos.

Nos Bancários será encenado na sexta (14) e no sábado (15), no anfiteatro da Praça da Paz, o espetáculo ‘Paixão em Retalho’, dirigido por Joilson Custódio. O texto celebra a fé e o amor, a partir da chegada do circo na cidade, numa contação da vida do filho de Deus desde o nascimento até a ressurreição, sob uma ótica da commédia Dell’ arte – interagindo o cômico e a dramacidade cênica e circense. Nos elementos trabalhados, há um forte regionalismo nordestino, havendo, ainda, uma comunicação de troca com o público do começo ao fim do espetáculo.

A “Paixão de Cristo do Grotão” está em sua 20ª e acontece na sexta (14) e no domingo (16), sempre as 19h30. O texto conta a história de Jesus Cristo narrado por sua mãe Maria, do nascimento até sua ressurreição. O espetáculo já se consolidou como uma das mais importantes ações culturais e evangelizadoras do bairro, através do Centro de Formação Frei Virgílio Panzze.

Na sexta-feira (14), às 19h, no Centro integrado Educason, no Rangel, o público assiste a “Paixão de Cristo’ da Comunidade Bom Jesus. O espetáculo segue fielmente os evangelhos oficiais, contando a história que se passa no tempo em que as pessoas eram reprimidas por seus governadores e reis, tendo como a única esperança a vinda do Messias.

No Geisel, o espetáculo “Auto de Deus” poderá ser conferido pelo público na sexta-feira (14), às 19h30, na Praça Orlando Geisel (próxima ao Supermercado Superbox). No sábado (15), os atores irão se apresentar no Parque da Lagoa, Centro. Durante a apresentação, os atores contam em flashbacks a vida de Jesus. As cenas fundem-se umas nas outras, com rapidez, no plano da realidade e da memória. O espetáculo, que é dirigido por Sanzia Márcia, acontece em uma arena de forma a dar visibilidade aos espectadores de todo o conjunto ao mesmo tempo.

Na Ilha do Bispo, o espetáculo “Profecias” apresenta a história de Cristo sob o olhar do diabo que profetiza para Deus o mal que passará Jesus e seu povo, os profetas e anjos que anunciam a vinda do Messias que irá resgatar o povo dos pecados e dos males; e de Jesus que prediz seu sofrimento e Deus que cumprirá a palavra ressuscitando seu filho amado.

Serão duas apresentações: na sexta-feira (14), às 19h, no Parque da Lagoa, e no sábado (15), às 19h30, na Av. Redenção, principal da Ilha do Bispo.

A paixão na Ilha do Bispo é encenada há 30 anos e tem como missão mostrar a história de Cristo, destacando que o seu amor pode ser vivido para se construir uma cultura de paz nas comunidades. O espetáculo tem como elenco base criança e adolescentes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) e da Igreja Católica Senhor do Bonfim, além de outras pessoas da comunidade.

A realização do projeto é da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope).