Cultura


Confira 8 filmes de protagonistas femininas para ver no Dia da Mulher

Representatividade nas obras traz reflexões sobre igualdade e empoderamento.




Em meio a um contexto social de manifestações pela igualdade de gênero em todo o mundo, o Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta quarta-feira (8), propõe uma reflexão sobre a força da população feminina. Nesse sentido, a representatividade desse público nas artes, na história e no entretenimento é fundamental para que elas se identifiquem e se empoderem. Pensando nisso, o JORNAL DA PARAÍBA traz uma lista de oito filmes com protagonistas femininas que mostram que lugar de mulher é onde ela quiser.

1 - Olga
Lançado em 2004, a cinebiografia dirigida por Jaime Monjardim conta a história de Olga Benário (Camila Morgado), militante comunista alemã que, perseguida no país onde nasceu, foge para Moscou. Na União Soviética, ela fica encarregada de acompanhar Luís Carlos Prestes, líder do Partido Comunista Brasileiro, e tem um romance com ele. Por causa de suas convicções, a jovem grávida é presa pela ditadura de Getúlio Vargas.


2 - O Diabo Veste Prada
O filme de 2006 retrata o mercado da moda nos Estados Unidos. O enredo tem como protagonista Andrea Sachs (Anne Hathaway), que se torna assistente júnior da temida Miranda Priestly (Meryl Streep), editora-chefe de uma grande revista de moda. Tendo que lidar com o ambiente de trabalho competitivo, a jovem passa por um processo de crescimento pessoal em que enfrenta questões como futilidade, beleza, ambição e ética.

3 -Valente
Produzida pela Pixar em 2012, a animação mostra a trajetória da princesa Merida, arqueira habilidosa e filha dos reis da das Terras Altas da Escócia na Idade Média. Decidida a não seguir o que foi determinado para ela desde o nascimento, a heroína, que prefere cavalgar e praticar esportes a aprender os afazeres domésticos, procura uma bruxa para impedir a realização de uma competição que iria escolher o seu futuro marido.

4 - Frozen - Uma Aventura Congelante
A animação lançada pela Disney em 2013 conta a história da princesa Elsa, que nasceu com o poder de criar gelo, geada e neve. Após uma brincadeira em que acaba ferindo a irmã sem querer, ela é isolada em um castelo para lidar com os poderes. Anos depois, os pais morrem em um acidente e Elsa é coroada rainha. De personalidade forte, ela discute com a irmã sobre o casamento e provoca um inverno eterno no reino.

5 - What happened, Nina Simone?
 
O documentário, disponível no Netflix, narra o crescimento e a carreira de uma das maiores cantoras norte-americanas. Negra e de origem humilde, a pianista enfrenta o racismo e a violência doméstica, engajando-se no movimento pelos direitos civis da população negra nos Estados Unidos, na década de 60.

6 - Que horas ela volta?
Dirigido por Anna Muylaert, o filme é protagonizado pela personagem Val (Regina Casé). Trabalhando há anos como empregada doméstica em São Paulo, ela recebe a filha que vem de Pernambuco para fazer o vestibular. A presença da jovem, que se hospeda na casa dos patrões da mãe, expõe uma série de situações que revelam as contradições presentes no Brasil.

7 - As Sufragistas
A película lançada em 2015 narra a luta das mulheres pelo direito de voto na Inglaterra no início do século 20. Misturando personagens reais com fictícios, o enredo fala sobre a repressão ao movimento e resgata nomes de mulheres importantes que acabaram não sendo reconhecidas posteriormente.

8 - Carol
Indicado cinco vezes ao Oscar no ano passado, o filme baseado no livro 'The Price of Salt' trata do romance entre duas mulheres na década de 50 em Nova York. Divorciada numa época em que o litígio era mal visto na sociedade, Carol Aird (Cate Blanchett) viaja pelos Estados Unidos com a amada, Therese Belivet (Rooney Mara).