Cultura


Shows com cartazes colados em prédios públicos podem ser cancelados

Prática é proibida pelo código de conduta do município.




Para conservar as paredes dos prédios públicos, a Prefeitura Municipal de Campina Grande (PMCG), a partir do próximo mês iniciará uma fiscalização para combater a poluição visual causada por divulgação de festas e shows na cidade. Segundo Secretaria de Planejamento e Gestão do Município (Seplan), eventos poderão ser cancelados.

Em vários pontos da cidade é possível encontrar cartazes colados em paredes de prédios públicos, como no Cine Capitólio, no Centro da cidade. Outro local que está cheio de divulgação de shows, é o monumento dos 150 anos de Campina Grande.

Conforme o secretário André Agra, a prática é proibida pelo código de conduta do município e a prefeitura vai iniciar uma fiscalização. “A procuradoria já foi determinada pela gestão que vai convocar, em 15 dias, todas as pessoas envolvidas em eventos, produções e comercialização e comunicar que a partir de então qualquer pichação de eventos vai ser combatida com multas, ações criminais e penais e possíveis suspensões de alvarás e também de shows”, explicou.

Outra forma de combate é o projeto desenvolvido pela prefeitura chamado de 'Rainha das Cores'. O projeto está em fase de conclusão no viaduto Argemiro de Figueiredo, no bairro do Catolé. Quem passar por lá, já pode notar um colorido diferente.

Viaduto Argemiro de Figueiredo em Campina Grande está ganhando cores. (Crédito: Reprodução/TVParaíba)

A proposta do projeto é abrir espaço para a arte de rua e para o grafite, que vai ajudar a divulgar a história da cidade. “A gente iniciou esse projeto de murais e grafites e queremos criar grandes telas urbanas com foco na história e tradição da cidade”, pontuou.