Cultura


Duas exposições agitam o Ateliê Multicultural Elioenai Gomes

Elioenai Gomes apresenta 'Auto dos Orixás'; já Ricardo Peixoto, 'Ubuntu'.




Divulgação
Divulgação
Auto dos Orixás é a exposição do artista Elioenai Gomes, que reverencia a cultura africana

A partir desta quinta-feira (2), acontece no Ateliê Multicultural Elioenai Gomes a abertura de duas exposições - uma do artista Elioenai Gomes (Auto dos Orixás) e a outra de Ricardo Peixoto (Ubuntu). A entrada é gratuita e a mostra pode ser visitada até 2 de março.

A exposição traz um conjunto de pinturas, fotografias, desenhos, objetos e colagens produzidas em telas pintadas e imagens em painéis de zinco impressos que ganham o formato de cartões postais.

Auto dos Orixás

A quarta série de pinturas produzidas pelo artista Elioenai Gomes traz toda a reverência aos orixás com seus elementos místicos, a força das crenças, costumes e o legado espiritual da cultura negra. Ancestrais divinizados com suas representações ligadas a força da natureza e as emoções do ser humano.

Ubuntu

A exposição 'Ubuntu' traz conjunto de imagens produzidas pelo artista Ricardo Peixoto, através de desenhos, fotografias e colagens, com uma série de personagens trazendo o legado da miscigenação dos povos. Os trabalhos mostram a história, a beleza, a força o carinho, a sabedoria e o respeito às diferenças.