Cultura

João Gonçalves é o homenageado do Sextas Musicais do MAPP

Além de cantar os clássicos da música popular, cantor conversará com o público.



O Museu de Arte Popular da Paraíba (MAPP) receberá o cantor e compositor João Gonçalves nesta sexta-feira (30). O cantor será o homenageado da noite dentro do projeto Sextas Musicais. O evento será realizado e promovido pelo Museu e terá início a partir das 19h30. A entrada é franca.

Aos 80 anos, sendo 47 deles dedicados a carreira, João é autor de clássicos da música popular nordestina como “Severina Xique Xique”, “Mate o véio” e “Galeguin dos zói azu”, sucessos na voz de Genival Lacerda. Considerado o “rei do duplo sentido”, João teve seu LP quebrado, na década de 1970, pelo apresentador de televisão Flávio Cavalcante. O fato, ocorrido em plena ditadura, não só trouxe fama como o colocou sob os olhares dos militares. Esta e outras histórias serão contadas pelo próprio João, no evento.

No Sextas Musicais, além de cantar algumas de suas composições, o homenageado conversará com o público e responderá perguntas. Participarão da homenagem Abdias, Roberto Moraes e Roninho do Acordeon, além de Tião Lima, presidente da Associação de Repentistas e Poetas Nordestinos, que apresentará um poema escrito especialmente em homenagem a João. Além do humor e do duplo sentido, João Gonçalves é autor de canções em outros estilos. O hino não oficial de Campina Grande, a bela canção “Campina de outrora” é de sua autoria. É dele também “Lugar ao sol”, gravada por Dominguinhos.

Esta é a quinta edição do Sextas Musicais, evento realizado mensalmente no MAPP  e que já homenageou As Ceguinhas de Campina Grande, João do Pife, Marinês, Duduta e seu regional.