Cultura

Lucy Alves e Elba Ramalho são indicadas ao Grammy Latino

Lucy concorre na categoria Melhor Álbum de Músicas de Raízes Brasileiras. Premiação é em novembro.



Divulgação/Codecom-CG
Divulgação/Codecom-CG
Lucy concorre na mesma categoria de nomes como Alceu Valença, Elba Ramalho e Almir Sater

A paraibana Lucy Alves está indicada ao Grammy Latino 2017. A cantora, musicista e atriz concorre na categoria Melhor Álbum de Músicas de Raízes Brasileiras, pelo disco 'No Forró do Seu Rosil', gravado juntamente com o Clã Brasil. A lista de indicados foi divulgada na quarta-feira (21), em Miami. Já a cerimônia de premiação será realizada no dia 17 de novembro, na T-Mobile Arena, em Las Vegas.

Os concorrentes de Lucy Alves na categoria são: “Heraldo Do Monte”, de Heraldo do Monte, "Cordas, Gonzaga E Afins", de Elba Ramalho, “AR”, de Almir Sater e Renato Teixeira, e “A Luneta E o Tempo”, Trilha Sonora do filme de mesmo nome, de Alceu Valença.

A lista geral de indicados inclui vários brasileiros. Djavan lidera, com quatro indicações, enquanto Emicida, Anitta e Céu têm uma indicação.

Veja a lista completa de indicados ao 17º Grammy Latino:

Álbum do ano:

“Tour terral tres noches en Las Ventas” — Pablo Alborán

“Cinema” (Edição em espanhol) — Andrea Bocelli

“Mil ciudades” — Andrés Cepeda

“Vidas pra contar” — Djavan

“Conexión” — Fonseca

“Los dúo 2” — Juan Gabriel

“Un besito Más” — Jesse & Joy

“¿Dónde están?” — José Lugo & Guasábara Combo

“Buena vida” — Diego Torres

“Algo Sucede” — Julieta Venegas

Gravação do ano:

“Cuestión De Esperar” — Pepe Aguilar

“Se Puede Amar” — Pablo Alborán

“Me Faltarás” — Andrea Bocelli

‘Si Volveré” — Buika

“Vida Pra Contar” — Djavan

“Duele El Corazón” — Enrique Iglesias Featuring Wisin

“Ecos De Amor” — Jesse & Joy

“Lado Derecho Del Corazón” — Laura Pausini

“Iguales” — Diego Torres

“La Bicicleta” — Carlos Vives & Shakira

Canção do ano:

“A Chama Verde” — Patty Brayden, Ned Claflin & John Finbury, compositores (John Finbury Featuring Marcella Camargo)

“Bajo El Agua” — Manuel Medrano, compositor (Manuel Medrano)

“Céu” — Celso Fonseca, compositor (Celso Fonseca)

“Duele El Corazón” — Enrique Iglesias, Patrick A. Ingunza, Silverlo Lozada, Servando Moriche Primera Mussett, Hasibur Rahman, Francisco Saldana & Wisin, compositores (Enrique Iglesias Featuring Wisin)

“Ecos De Amor” — Jesse & Joy, Danelle Leverett, Jason Reeves & Rune Westberg, compositores (Jesse & Joy)

“En Ésta No” — Sin Bandera, compositor (Sin Bandera)

“Es Como El Día” — Kevin Johansen, compositores (Kevin Johansen + The Nada)

“Hermanos” — Moska & Fito Páez, compositorers (Fito Páez & Moska)

“La Bicicleta” — Andrés Castro, Shakira & Carlos Vives, compositores (Carlos Vives & Shakira)

“La Tormenta” — Flavio Cianciarulo, compositor (Los Fabulosos Cadillacs)

Melhor artista revelação:

Sophia Abrahão

Alex Anwandter

The Chamanas

Esteman

Joss Favela

Ile

Mon Laferte

Manuel Medrano

Morat

Ian Ramil

Melhor canção em língua portuguesa

“Amei Te Ver” – Tiago Iorc, (Tiago Iorc)

“D De Destino” – Almir Sater, Paulo Simões & Renato Teixeira (Almir Sater & Renato Teixeira)

“Maior” – Dani Black (Dani Black Featuring Milton Nascimento)

“Maria Da Vila Matilde” (Porque Se A Da Penha É Brava, Imagina A Da Vila Matilde) – Elza Soares

“Vidas Pra Contar” – Djavan (Djavan)

Melhor álbum de pop contemporâneo em língua portuguesa:

“Tropix” – Céu

“Troco Likes” – Tiago Iorc

“Território Conquistado” – Larissa Luz

“Mundo” – Mariza

“Leve Embora” – Thiago Ramil

Melhor álbum de rock em língua portuguesa

“Manual” – Boogarins

“Derivacivilização” – Ian Ramil

“Éter” – Scalene

“Canções De Exílio” – Jay Vaquer

“Distante Em Algum Lugar” – Versalle

Melhor álbum de samba/pagode

“De Bem Com A Vida” – Martinho da Vila

“Notícias Dum Brasil 4” – Eduardo Gudin

“Tem Mineira No Samba” – Corina Magalhães

“Na Veia” – Rogê & Arlindo Cruz

“Sambas Para Mangueira” (Vários Artistas)

Melhor álbum de música popular brasileira

“Dilúvio” – Dani Black

“Todo Caminho É Sorte” – Roberta Campos

“Like Nice” – Celso Fonseca

“Delírio” – Roberta Sá

“A Mulher Do Fim Do Mundo” – Elza Soares

Melhor álbum de música de raizes brasileiras

“No Forró Do Seu Rosil” – Lucy Alves & Clã Brasil

“Heraldo Do Monte” – Heraldo do Monte

“Cordas, Gonzaga E Afins” – Elba Ramalho

“AR” – Almir Sater & Renato Teixeira

“A Luneta E o Tempo” – Trilha Sonora Original De Alceu Valença

Melhor álbum de música sertaneja

“Amanhecer” — Paula Fernandes

“Bar Do Leo” — Leonardo

“Adivinha” — Lucas Lucco

“Baile Do Teló” — Michel Teló

“Sóis” — João Victor