Cultura

Festival Internacional vai reunir músicos de dez países em João Pessoa

Evento será realizado de 27 de novembro a 3 de dezembro no Centro Histórico.



Divulgação/Secom-JP
Divulgação/Secom-JP
A Igreja Batista vai receber apresentações do Festival

A 4ª edição do Festival Internacional de Música Clássica de João Pessoa será realizada de 27 de novembro a 3 de dezembro.O anúncio foi feita nesta terça-feira (20) pelo diretor executivo da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), Maurício Burity. O evento, que tem aporte de R$ 500 mil do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), vai reunir músicos de dez países. 

As apresentações vão acontecer nas igrejas do Centro Histórico como já vem acontecendo desde 2013, quando o projeto teve início.
 
“Vamos manter a mesma formatação dos anos anteriores, com apresentações no belo Centro Histórico da nossa Capital. A abertura será no adro da Igreja de São Francisco, e os concertos irão acontecer ao longo da semana em quatro igrejas: a do Carmo, Batista, São Bento e São Francisco. A grande novidade é que este ano, o encerramento será no Parque da Lagoa”, detalha Maurício Burity.
 
Além dos músicos de outros países, os músicos locais também participam do Festival em uma série de recitais que integram a programação com as pratas da casa, como a Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP) e a Orquestra Infanto-Juvenil do Projeto Ação Social Pela Música do Brasil.
 
“Estamos criando um calendário não só cultural, mas também turístico, uma vez que a repercussão no exterior e nos estados vizinhos, como Pernambuco e Rio Grande do Norte, só faz crescer”.
 
Até agora, foram confirmados os nomes de 13 músicos. São eles os violinistas Rosanne Philippens (Holanda), Julija Hartig (Servia), Isabella Piccioni (Itália), Dana Mihailescu (Romenia), Alessandro Borgomanero (Brasil) e Alberto Johnson (Brasil/Holanda).
 
Além deles, os violonistas Dana Zemtsov (México), Stanilava Stoeva (Bulgaria) e Luciano Pontes (Brasil); os violoncelistas Michael Stirling (Inglaterra) e David Gardner (Brasil) e ainda o saxofonista holandês Femke Ijlstra e a pianista albanesa Mirsa Adami.