Cultura

'Aquarius' tem sessão especial com elenco paraibano no Cine Banguê

Filme brasileiro está envolto em polêmicas desde o Festival de Cannes.



Reprodução
Reprodução
Filme é protagonizado por Sônia Braga, que vive uma jornalista

Cercado de polêmicas desde a pré-estreia no Festival de Cannes, o filme ‘Aquarius’ chega ao Cine Banguê, da Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc). A sessão de lançamento acontece nesta quinta (1º), às 19h, com a presença de parte do elenco paraibano que participou do longa. Os paraibanos que integram o elenco são Buda Lira, Daniel Porpino, Fernando Teixeira, Tavinho Teixeira e Arly Arnaud. A entrada custa R$ 10 (inteira) e R$ 5 (estudante). Após a exibição, haverá uma conversa dos atores com o público.

'Aquarius' estreou no Festival de Cannes em maio, cinco dias após o afastamento prévio da presidente Dilma Rousseff ser aprovado e chega ao circuito comercial na mesma semana em que se dá o seu desfecho. No tapete vermelho na França, o diretor Kleber Mendonça Filho e atores empunharam cartazes contra o processo de impeachment.

Mais recentemente uma outra polêmica atingiu o filme. O Ministério da Justiça atribuiu uma classificação indicativa de 18 anos para 'Aquarius' e a produção questionou a decisão. Na sequência dois cineastas, Gabriel Mascaro, de 'Boi Neon', e Ana Muylaert, de 'Mãe só há uma', tiraram os filmes da disputa brasileira pelo Oscar, em apoio ao filme pernambucano.

No filme, Sônia Braga vive Clara, uma jornalista aposentada, de 65 anos, viúva e mãe de três adultos. Ela mora em um apartamento localizado na Avenida Boa Viagem, no Recife, onde criou seus filhos e viveu boa parte de sua vida. Interessada em construir um novo prédio no espaço, os responsáveis por uma construtora conseguiram adquirir quase todos os apartamentos do prédio, menos o dela. Por mais que tenha deixado bem claro que não pretende vendê-lo, Clara sofre todo tipo de assédio e ameaça para que mude de ideia.