Cultura

Livro sobre homem que confrontou Lampião é lançado em João Pessoa

"Pegadas de um Sertanejo - Vida e memória de José Sartunino" será lançado neste domingo (14).



Preenchendo um hiato de décadas na História do cangaço brasileiro, o livro "Pegadas de um Sertanejo - Vida e memória de José Sartunino" será lançado neste domingo (14), a partir das 16h, no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa, dentro do evento Augusto das Letras.

Escrito pelos pesquisadores pernambucanos Antônio Neto e José Alves Sobrinho, que estarão no box da livraria O Sebo Cultural para uma sessão de autógrafos, a obra apresenta a biografia de um raro e pouco conhecido personagem importante dessa época: José Alves de Barros, conhecido também como José Saturnino, o primeiro inimigo de Virgolino Ferreira da Silva, o Lampião.

"A sua contextualização está fundamentada em provas documentais, tais como processos judiciais, boletins da Força Pública de Pernambuco e também em livros de renomados historiadores do cangaço", explica Antônio Neto. "Ainda traz em seu bojo cópias de parte do processo do primeiro confronto armado de Virgolino Ferreira, que foi, por sinal, com Saturnino".

Ainda de acordo com o autor, outro destaque de "Pegadas de um Sertanejo" é apresentar ao público um inédito e único depoimento de Lampião à Justiça.

"Muitas pesquisas e viagens foram realizadas para as coletas de dados que retratassem a verdadeira história do inimigo nº 1 de Lampião. Mais de 100 livros na esfera do cangaço foram cuidadosamente estudados. Além do mais, a pesquisa teve como foco os arquivos da Justiça e da Policia Militar de Pernambuco, onde se recolheu dados referentes aos processos e crimes envolvendo Lampião e José Saturnino".

Foram quatro anos dedicados ao levantamento de dados para se solidificar em um perfil completo do personagem, que representa o "outro lado da moeda" na vida do 'Rei do cangaço'.

"A importância desse livro para a História do cangaço reside no feito de legitimar os fatos ocorridos nesse contexto, através de registros oficiais expressos nos autos dos processos no âmbito do cangaceirismo e nos boletins do comando das forças volantes da época, resgatando, dessa forma, a 'Identidade Histórica do cangaço'", frisa Antônio Neto. "Contar a vida de Lampião sem narrar a de José Saturnino é deixar uma lacuna na historiografia do cangaço". 

Serviço:
Lançamento e sessão de autógrafos do livro "Pegadas de um Sertanejo - Vida e memória de José Sartunino" (edição dos autores, 320 páginas, R$ 50,00), de Antônio Neto e José Alves Sobrinho
Data: domingo, 14 de agosto, às 16h
Local: Espaço Cultural José Lins do Rego, João Pessoa