Cultura

Sabadinho Bom: Raphael Funchal faz tributo a Moacir Santos

Apresentação acontece a partir de 12h30 na Praça Rio Branco. 



Músico pernambucano, com parte de sua carreira escrita na Paraíba, onde atuou junto à banda da Polícia Militar e na Rádio Tabajara, Moacir Santos (1926-2006) foi um grande mestre, desses venerados pelo mais alto clero da Bossa Nova, e por gente tarimbada como Sivuca, Sérgio Mendes e João Donato.

O legado de Moacir Santos vai ser saudado neste sábado (30) pelo pianista Rapahel Funchal, que sobe ao palco do projeto Sabadinho Bom com parte de seu repertório dedicado ao ‘Maestro’, como era conhecido o pernambucano que, se vivo, teria feito 90 anos no último dia 26.

A apresentação, realizada pela prefeitura de João Pessoa, acontece entre 12h30 e 15h na Praça Rio Branco, no Centro, e o acesso ao público é gratuito.

Funchal sobe ao palco com o baterista potiguar John e o saxofonista Alexandre Rodrigues para enaltecer a memória de Moacir através de músicas como ‘Coisa Nº 5’ (a popular ‘Nanã’), ‘Orfeu (Quiet Carnival’), ‘Amphibious’, 'Sou Eu' e 'Maracatu, Nação do Amor' (também conhecida como 'April Child').

Mas o músico mineiro, radicado em João Pessoa, não irá deixar de lado o repertório de clássicos do choro. Pelo seu trio irão passar as obrigatórias ‘Tico-Tico no Fubá’ (Zequinha de Abreu), ‘Carinhoso’ (Pixinguinha/João de Barro), ‘Feira de Mangaio’ (Sivuca/Glorinha Gadelha), ‘Pedacinho do Céu’ (Waldir Azevedo/Paulo Vanzolini) e ‘Odeon’ (Ernesto Nazareth/Vinicius de Moraes), entre tantas outras.

Serviço:
Sabadinho Bom apresenta Raphael Funchal Trio
Quando: Sábado (30), das 12h30 às 15h
Onde: Praça Rio Branco, Centro, João Pessoa
Gratuito