Cultura

Exposição de obras com temas bíblicos começa no Parque do Povo

'Pinacoteca sacra', de Joab Rocha, será inaugurada no domingo (21).



Pintura, arte sacra e trechos bíblicos fazem parte da exposição 'Pinacoteca sacra: imagens bíblicas', que será inaugurada no domingo (21), dentro da réplica da Catedral, instalada no Parque do Povo, no Maior São João do Mundo. A coleção traz obras baseadas em cenas bíblicas do Antigo e Novo Testamento, que expressam as percepções do artista Joab Rocha sobre a intervenção divina na humanidade.

O artista plástico Joab Rocha faz uma leitura de trechos da Bíblica Cristã, através da técnica da pintura a óleo sobre tela, uma herança advinda desde o período renascentista, a exemplo dos artistas Leonardo Da Vinci, Rafael Sanzio e outros, que criaram obras referenciadas nas cenas bíblicas.

A exposição apresenta telas que abordam cenas do Antigo Testamento como o “Sacríficio de Isaac”, e do Novo Testamento, a exemplo da obra “A ceia da despedida”. O projeto expográfico e a curadoria são assinados por André Oliveira, que há três anos vem desenvolvendo o Projeto Fé e Cultura, da Diocese em parceria com a Prefeitura Municipal de Campina Grande.

As obras em exposição transmitem a união que o artista buscou expressam através de sua pesquisa e das emoções que tenta traduzir na concepção das imagens sacras.

De acordo com o curador André Oliveira, “obras são enriquecidas pelo traço autoral do artista que reúne diversos elementos da pintura para expressar seu olhar acerca das cenas bíblicas marcantes do Antigo e Novo Testamento, manifestando o seu sentimento religioso e lançando um olhar estético sobre a seleção dos trechos bíblicos que inspiram a sua produção sacra”.

“As pinturas em óleo sobre tela, os trechos bíblicos que inspiram a criação pictórica e a instalação das obras possibilitam aos visitantes uma transposição para o mundo bíblico antes e depois da vinda de Cristo. A concepção imagética está nas cores, nas formas e na temática abordada, pois demonstra a intervenção de Deus através de seus mensageiros – incluso seu próprio Filho –, com tarefas distintas realizadas ao longo dos anos, que enfocam a fé, a entrega, a fidelidade, o perdão e a obediência”, diz o curador.