Cultura

Documentário sobre cultura popular é lançado nesta quinta em Campina Grande

Entrada é franca e haverá apresentações artísticas durante evento.



Nesta quinta-feira (23) será lançado o documentário “Encontro de Raízes” no Cine São José em Campina Grande às 15h. O documentário reúne o poeta Zé Laurentino; os músicos Zé do Pife, Tony Dumond, Edglei Miguel; o grupo Tropeiros da Borborema, entre outros, em um filme que retrata a diversidade cultural da Paraíba. A entrada é franca e haverá apresentações de alguns destes artistas.

O projeto surgiu da vontade dos idealizadores em mostrar a riqueza cultural e humana contida no Brasil. Em novembro de 2015, o evento “Encontro de Raízes” reuniu dezenas de artistas no Sítio São João em Campina Grande para captar material audiovisual das manifestações culturais. Como resultado, surgiram um curta-metragem e um livro de fotografias.

De acordo com um dos organizadores, Sandro Branco, o projeto foi realizado na Paraíba por causa de seus grandes eventos culturais de cunho histórico e popular. “Através de uma visita à região, pudemos conhecer artistas locais e a diversidade cultural da Paraíba, sobretudo, da cidade de Campina Grande, famosa por realizar a maior festa de São João do mundo”, explicou.

O encontro reuniu apresentações de grupos de danças folclóricas, xaxado, quadrilhas juninas, peneira e mamulengo, ciranda, banda de pífano, trios de forró pé de serra, violeiros, poetas populares, emboladores de coco e repentistas. Também foram executados costumes e brincadeiras típicas como o quebra panela, dança de roda, pula corda e o apadrinhamento na fogueira, tradição já quase esquecida pela maioria dos nordestinos. O artesanato e as comidas típicas regionais também estão retratados no curta.

Os realizadores fazem parte da associação Caracol, do estado do Paraná. O material é fruto de um trabalho de oito meses. Na Paraíba eles receberam o apoio da Associação Raízes de Cultura – Assorac. “Esperamos para fazer a estreia neste período de festa junina porque a cidade inteira está respirando o clima festivo. Pretendemos cooptar apoios para publicar o livro e reproduzir o documentário em larga escala, já que até agora fizemos tudo com recursos próprios”, disse Carla Garcia.