Cultura

Musical 'O fole roncou' estreia no Severino Cabral em Campina Grande

Na segunda-feira (20) vai ser divulgado o cronograma das apresentações na cidade, todas com entrada franca.



Divulgação/Assessoria de Comunicação
Divulgação/Assessoria de Comunicação
O musical se dá em dois atos, girando em torno da história de Clemente Ferreira da Silva, um rapaz sobrevivente da seca braba no Nordeste dos anos 1940

A história do forró mergulha no universo das canções que marcaram o pilar do baião no musical 'O fole roncou!', que estreia na noite dessa quinta-feira (16) a partir das 20h, no Teatro Municipal Severino Cabral, em Campina Grande. O espetáculo  é inspirado no livro homônimo de Carlos Marcelo e Rosualdo Rodrigues, com roteiro fictício livremente adaptado por Sérgio Maggio e Rosualdo Rodrigues, em que bailarinos e atores se alternam na narrativa para dar seus testemunhos temperados pelo humor, teatralidade e astúcia, conforme a organização. 

 
Ainda conforme os organizadores do espetáculo, a estreia de hoje é apenas para a imprensa e alguns convidados, no entanto, a partir da próxima segunda-feira (20) vai ser divulgado um cronograma dos locais e horários das 18 apresentações que vão ser realizadas em Campina Grande, todas com entrada Franca.
 
O musical se dá em dois atos, girando em torno da história de Clemente Ferreira da Silva, um rapaz sobrevivente da seca braba no Nordeste dos anos 1940. Clemente migrou para São Paulo e se tornou Clemente do Forró como importante radialista e um dos maiores defensores da música nordestina, chegando a entrevistar ao vivo Luiz Gonzaga, Marinês, Jackson do Pandeiro, Clemilda e Genival Lacerda.
 
A direção musical é de Dudu Alves, com arranjos inovadores do Quinteto Violado para o musical, passeando por clássicos como Baião, Asa Branca, Feira de Mangaio, Peba na Pimenta, Sebastiana e tantos outros sucessos que entremeiam essa história. A coreografia de Leila Nascimento dá ainda mais destaque para o xaxado, o forró e o xote, com participação do Balé Flor do Cerrado - grupo de dança que mistura os ritmos tradicionais da nossa cultura popular aos elementos do balé clássico e da dança contemporânea. 
 
A concepção artística é da produtora cultural Edilane Oliveira. A realização é da Prefeitura Municipal de Campina Grande, com a coordenação administrativa da  Secretaria de Desenvolvimento e Turismo da cidade e apoio da Funarte e do Ministério da Cultura.