Cultura

Capilé é exonerado do cargo de secretário de Cultura de Campina Grande

Prefeito Romero Rodrigues justifica que exoneração de cantor foi uma forma de preservar a transparência, marca de sua gestão.   



Divulgação
Divulgação
Capilé fará quatro shows no São João e vai retornar à Secretaria de Cultura em julho

Duas semanas após assumir, o cantor e compositor Lenilson Costa de Macedo, o Capilé, deixou a Secretaria Municipal de Cultura de Campina Grande. O ato de exoneração é datado de 2 de junho, um dia antes da abertura do Maior São João do Mundo.

“O afastamento foi em comum acordo com o prefeito Romero Rodrigues, mas em julho reassumo o cargo. Sou fundador do Maior São João do Mundo e não poderia ficar de fora da grade de shows”, explicou Capilé, que ao longo da festa fará quatro apresentações, incluindo os distritos e o Parque do Povo. Até ele retornar, o secretário adjunto Bernardo Pimentel responderá pela pasta.

O prefeito Romero Rodrigues, por meio da assessoria, a exoneração foi uma forma de preservar a transparência, que tem sido marca de sua administração e para que Capilé não ficasse numa situação desconfortável como gestor público.

“Como o cantor integra a grade de atrações do Maior São João do Mundo, evitando suscitar qualquer ilação de possível ilegalidade, a exoneração se fez necessária, já que a Prefeitura não pode prescindir da figura do cantor no evento junino, ao qual ele está integrado em apresentações praticamente desde o início do evento, há mais de três décadas. Com a medida, a administração atual mantém o zelo pela transparência e afasta qualquer suspeição de ilegalidade em seus atos, sem prejuízos para um evento como o Maior São João do Mundo”, diz a nota da assessoria.