Cultura


Romero viaja a Brasília e tenta reativar "Locomotiva Forrozeira"

Empresa organizadora desistiu de promover o passeio por questões de segurança. A viagem de Campina Grande a Galante seria em 11, 12, 18, 19, 25 e 26 de junho.




Junot Lacet
Junot Lacet
Locomotiva Forrozeira é um evento paralelo dentro d'O Maior São João do Mundo representando um diferencial em relação aos festejos juninos

Uma das atrações mais procuradas d'O Maior São João do Mundo em Campina Grande, a Locomotiva Forrozeira foi cancelada por questões de segurança, mas o prefeito Romero Rodrigues já garantiu que viajará a Brasília nesta terça-feira (24) para tentar resolver a situação. “Só vou abrir mão da Locomotiva se efetivamente ficar comprovado que a segurança das pessoas está em jogo”, ressaltou. O passeio de 22 quilômetros entre Campina Grande e o distrito de Galante ao som de forró pé de serra é um dos diferenciais dos festejos juninos da cidade e atrai 700 turistas a cada viagem.

A empresa organizadora da Locomotiva Forrozeira desistiu de promover o passeio, que já tinha data definida (11, 12, 18, 19, 25 e 26 de junho), alegando que a empresa federal Ferrovia Transnordestina Logística (FTL) aconselhou a suspensão do evento. De acordo com o comunicado da empresa, a Ferrovia Transnordestina Logística (FTL) emitiu parecer à Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), em abril deste ano, alertando para condições críticas em alguns pontos da linha ferroviária no trecho Campina Grande-Galante.

A Locomotiva Forrozeira é um evento paralelo dentro d'O Maior São João do Mundo representando um diferencial em relação aos festejos juninos. O trem é composto por sete vagões, com bar e banheiro em cada um deles, além de  enfermaria e bombeiros, oferecendo comodidade ao forrozeiro durante o percurso que parte de Campina Grande com destino ao distrito de Galante. A viagem se inicia às 10h, saindo Estação Velha, com  retorno previsto para às 17h.