Cultura

Palhaço Major Palito morre aos 84 anos em Campina Grande

Corpo do artista, que morreu de câncer de pele, será sepultado nesta terça-feira (17), às 16h, no cemitério do José Pinheiro



Nicolau de Castro
Nicolau de Castro
Em mais de 50 anos de apresentações, o Major Palito se tornou conhecido na cidade

Hoje não tem espetáculo. Morreu na tarde desta segunda-feira (16), em Campina Grande, Manoel Cabral da Silva, de 84 anos, o palhaço Major Palito, vítima de câncer de pele. O corpo dele está sendo velado em casa, no bairro Sandra Cavalcante. O artista será sepultado nesta terça-feira (17), às 16h, no cemitério do José Pinheiro.

O secretário municipal de Cultura, Capilé, disse que “a cultura paraibana está de luto com a morte de Major Palito, o palhaço mais velho em atividade no Estado, que fazia da rua o seu picadeiro”.

Em mais de 50 anos de apresentações, o Major Palito se tornou um personagem conhecido nos bairros de Campina. Na maioria das vezes os espetáculos aconteciam por amor à arte, ninguém pagava para ver. O palhaço e sua trupe levavam alegria onde diversão era rara.

Correndo atrás do sonho, o Major Palito levava filhos e netos para atuar nos seus espetáculos.
"Eu amo a palavra palhaço, minha casa é o circo", ressaltava na entrevistas.