Cultura

Senna está vivo: banda da PB homenageia tricampeão de Fórmula 1 em clipe

Grandphone Vancouver imaginou um desfecho diferente ao acidente ocorrido em 1994, que acabou tirando a vida do piloto brasileiro.



Domingo, 1º de maio de 1994. Era a sétima volta do GP de San Marino de Fórmula 1, quando o tricampeão Ayrton Senna perdeu o controle da sua Williams, na curva Tamburello, e bateu violentamente contra o muro. Após alguns segundos de apreensão, Senna sai do carro, ileso, e volta ao box de carona no reboque que leva os destroços do seu veículo. A sensação de alívio, de felicidade, tomou conta dos brasileiros. A torcida pelo herói nacional continuaria.

Infelizmente, o final da história não é o descrito acima. Como se sabe, Senna não saiu vivo, e aquele domingo, há 22 anos atrás, foi um dos mais tristes para o Brasil. No entanto, a banda de Campina Grande Grandphone Vancouver decidiu reconstruir os fatos e colocou no clipe da música ' A Rush Through The River' o sonho dos brasileiros: Senna com vida.

O clipe de 'A Rush Through The River' foi lançado neste domingo (1º). O vídeo é uma homenagem a um dos maiores ídolos do esporte brasileiro. Ele traz uma compilação de imagens de Ayrton em vários momentos de sua carreira, vitórias, mudanças de equipes e títulos mundiais.

O desfecho é exatamente com o momento do acidente e a histórica narração de Galvão Bueno: “Senna bateu forte”. Fazendo um uso de efeitos especiais, a produção tira Senna do carro vivo. “Aí Senna, abandonado a prova, depois de liderar a competição”, narra Galvão durante o momento em que o tricampeão, imaginariamente, volta para os boxes, deixando a impressão que a história de Senna continuaria.


A banda

A banda Grandphone Vancouver estourou em julho de 2012 após o clipe de 'Miss Me', que faz referência a 25 vídeos de artistas do mundo pop. Liderada por Fernando Ventura, o grupo voltou a chamar atenção em 2014, quando criou uma campanha em torno de um suposto super-herói campinense para a divulgação de um novo videoclipe, de 'Life is Long Enough'