Cultura

Campina Grande decreta luto de três dias pela morte do músico Gabimar Cavalcante

Mesmo cego, ele iniciou na música aos 11 anos, quando fez sucesso no sul do país ao vencer a primeira audição do Prêmio Esso, em 1954.



Faleceu no final da noite desse domingo (1º), o músico campinense Gabimar Cavalcante Albuquerque, acometido de um câncer. Ele tinha 72 anos. O tecladista era casado com a cantora Kátia Virgínia.

Mesmo cego, Gabimar iniciou na música aos 11 anos, quando fez sucesso no sul do país ao vencer a primeira audição do Prêmio Esso Standard do Brasil, em 1954. Ele perdeu a visão aos três anos de idade, após ser acometido por um glaucoma.

Gabimar foi um dos fundadores do célebre conjunto de bailes "Ogírio Cavalcante", que tanto animou festas em Campina Grande e em todo o Nordeste.

O velório acontece às 11 horas no Campo Santo Parque da Paz. O horário do sepultamento ainda não foi divulgado pela família.

Luto oficial

Por conta da morte do músico, a Prefeitura de Campina Grande decretou luto oficial no município, por três dias.