Cultura

Julia Dalavia se despede de Teresa, de 'Velho Chico', e se prepara para série

Após a sofrida personagem da novela das 9h, jovem atriz se prepara para dar vida a uma prostituta na série 'Justiça'.



Reprodução
Reprodução
Julia conta que suas cenas dramáticas foram as mais difíceis

Julia Dalavia engata sua terceira novela com apenas 18 anos. A primeira atuação foi “Em Família” (2014) onde interpretou Helena, personagem que mais tarde seria de Bruna Marquezine e “Boogie Oogie” de 2015. No cinema, apareceu no filme “Até Que A Sorte Nos Separe”, com Leandro Hassum e Daniele Winits, ela faz a filha do casal e acabou também fazendo continuação “Até que a Sorte Nos Separe 2”.

Com o fim de sua participação em “Velho Chico”, ela conta que suas cenas dramáticas foram as mais difíceis de serem realizadas. Sobre as cenas românticas, ela destaca. “Foram as últimas cenas que fiz. E já tinha uma relação de amizade com o Renato (Góes, seu par na trama). Ele foi superparceiro. Não fiquei com vergonha e a equipe foi muito cuidadosa. Foi tudo com bom gosto”, diz a atriz.

“Existem pessoas que nascem para estar juntas, não importa o tempo e as circunstâncias. É o que acontece com a Maria Tereza e o Santo”, frisa a mocinha da trama que tem direção artística de Luiz Fernando Carvalho.

Durante os primeiros 24 capítulos de ‘Velho Chico’, Julia e Renato formam o casal principal da novela das 21h. Mas após uma passagem de tempo de 20 anos, Julia sai para dar lugar a Camila Pitanga. “Na preparação e na viagem, a Camila foi muito generosa e parceira. Passamos um bom tempo juntas para descobrirmos essa personagem. A cada encontro surgia uma coisa nova”, conta.

Quanto às gravações, Julia conta que foi ótimo, “Só tem vantagens em gravar longe de casa. Pude me transportar para o universo de ‘Velho Chico’. Estive perto da cultura do sertão, ouvi as histórias das pessoas que vivem lá. Enfim, pensava na Maria Tereza 24 horas por dia. Claro que a saudade de casa e da família existia, mas o que estávamos fazendo era muito maior”, observa a atriz. Julia conta que além da saudade de casa, sentiu falta dos sons e aromas da cidade grande. “Tenho muita ligação com a natureza, mas gosto da loucura da cidade. Sou urbana”, afirma.

PREPARATIVOS

A atriz diz que a preparação antes do início das gravações ajudou muito. “Desde o momento em que entrei no galpão (espaço no Projac utilizado pelo diretor), me senti muito acolhida. Foi muito intenso, maravilhoso. Fiz aulas de prosódia, intepretação. Troquei muito com a Camila”. Julia, que já terminou de gravar sua participação na novela, falou ainda sobre a experiência de contracenar com Rodrigo Santoro. “Ele é muito admirado e com toda razão. É um grande ator. Me ajudou muito a encontrar a  personagem, a entrar nesse universo” explica.

Com o sucesso de “Teresa”, Julia já foi escalada para “Justiça”, série que a Globo exibirá no segundo semestre. A atriz mal terminou de gravar a novela das nove, já está participando dos workshops da série, que tem estreia prevista para agosto. “Vou tirar o aplique de ‘Velho Chico’ para ficar livre pra nova personagem, mas ainda nem sei como vai ser o visual. A gente começou a preparação na semana passada e está muito legal, o pessoal é ótimo, estou adorando. Ela vai ser uma prostituta, mas não é nada de luxo. Ela é bem rampeira até”, finaliza.

Atriz se inspira em Fernanda Montenegro e quer desafios

Com uma família compreensiva com a profissão que escolheu, ao contrário dos conflitos vividos entre a jovem Teresa e seu pai Afrânio, Julia Dalavaia conta que tem uma boa relação com os pais.

A atriz, que se emociona ao lembrar das gravações de “Velho Chico” e ressalta os dramas da personagem. “Minha relação com os meus pais não tem nada a ver com a relação da Maria Tereza com o pai dela. Na verdade, ao longo da vida, ela sempre foi amiga do pai, estava sempre junto dele, e isso eu tenho. Mas estes conflitos que acabam acontecendo, do Afrânio não permitir o namoro dela, não permitir o amor dela pelo Santo, isso nunca aconteceu comigo”, completa a carioca.

Julia Dalavia acabou de completar 18 anos no início de fevereiro e já ganhou um presentão. Sobre a oportunidade trabalhar ao lado de Rodrigo Santoro, Julia foi só elogios ao ator e comentou a chance de mais um aprendizado. “Quando estamos trabalhando em algum papel, a gente entra em um estado de ser o personagem o tempo todo. E ele me ajudou nisso. Nunca imaginei um dia trabalhar com ele, mas foi um presente muito bom”, diz.  A atriz revelou ainda que tem Fernanda Montenegro como inspiração e quer cursar  Cinema. “Ela é excepcional. Quero ainda na minha vida fazer papel de vilã, mocinha, maluca e muito mais. Gosto de mudar, estar sendo desafiada, saindo do meu lugar comum”, frisa Julia.