Cultura

Morre Sylvinha Araújo, cantora da Jovem Guarda

Aos 56 anos, cantora lutava contra o câncer de mama. Sylvinha estava internada no Hospital Nove de Julho, em São Paulo, havia 21 dias.



G1
G1
Sylvinha Araújo foi um ícone da Jovem Guarda

Do G1

Aos 56 anos, cantora da época da Joverm Guarda lutava contra um câncer de mama.
Ela estava internada no Hospital Nove de Julho, na capital paulista, havia 21 dias.
A cantora Sylvinha Araújo, da Jovem Guarda, morreu aos 56 anos, na noite desta quarta-feira (25) em São Paulo. Ela lutava contra um câncer de mama e estava internada no Hospital Nove de Julho, na Região Central, desde o dia 4 deste mês.

De acordo com a assessoria de imprensa da cantora, o estado de saúde dela piorou nas duas últimas semanas. Sylvinha era casada desde 1969 com o cantor Eduardo Araújo, também da Jovem Guarda, e deixa dois filhos. A assessoria de imprensa do hospital informou que a paciente morreu às 20h35 e o enterro do corpo será no cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra, Grande São Paulo.

Mesmo doente, Sylvinha continuava cantando, segundo informou sua assessoria. Antes de ser internada, ela estava envolvida no trabalho do DVD que celebra os 40 anos da Jovem Guarda. O DVD, lançado no ano passado, reúne ícones da música brasileira, como Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléia.

Nascida em Mariana, Minas Gerais, Sylvinha também ficou conhecida por sua participação em jingles de campanhas publicitárias.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.