Cultura

Festival Música do Mundo começa na segunda na capital

Programação gratuita tem como estampa a música instrumental, representada por artistas como Fernando Pintassilgo, Marcel Powell e Rão Kyao.




O Festival Música do Mundo começa amanhã em João Pessoa preparando os ouvidos do público para o Estação do Som, que ocupa os palcos erguido diante do Busto de Tamandaré e do Ponto de Cem Réis depois do show de réveillon com Antônio Nóbrega e Rita Lee.

A programação gratuita, promovida até a próxima sexta-feira na praia de Tambaú, tem como estampa a música instrumental, representada por artistas como Fernando Pintassilgo, Marcel Powell e Rão Kyao, que se apresentam na noite desta segunda-feira a partir das 18h.

Segundo Pintassilgo, que afina o som para o violonista Marcel Powell e o colega flautista Rão Kyao, o evento será uma oportunidade para o intercâmbio musical entre culturas que, apesar de suas proximidades históricas, raramente estão juntas no palco.

"Não conheço Rão Kyao pessoalmente, por exemplo, apesar de já ter me apresentado na Europa e a obra de Kyao ser uma referência para o meu trabalho", afirma o flautista, que lançou seu CD Todas as Flautas, gravado em 2008 com patrocínio do Fundo Municipal de Cultural, na abertura da 1ª Bienal de Artes Brasileiras de Bruxelas, no ano seguinte.

Kyao é o codinome do português João Maria Centeno Gorjão Jorge, intérprete versátil que vai da flauta de bambu ao saxofone.

"Ele já gravou álbuns com músicos famosos e com a Orquestra Sinfônica de Coimbra", conta Pintassilgo.

No seu repertório, ex-membro do Quinteto Armorial e do Quinteto Itacoatiara incluirá, além das faixas do seu primeiro disco, composições para marimbau que pretende reunir em um segundo CD, em 2012.

"Também vou executar gravações antigas, coisas da época do Etnia", diz Pintassilgo, se referindo ao grupo que fundou nos anos 1980 com sua esposa Alice Lumi, Paulo Ró e Milton Dornellas.

"Chegamos a gravar um LP homônimo no início da década de 1990, mas tivemos que nos afastar quando viajei a São Paulo para um curso de aperfeiçoamento que fiz na Universidade de São Paulo (USP)".

A outra atração da abertura do Música do Mundo é o jovem Marcel Powell, filho do lendário Baden Powell (1937-2000). O instrumentista, por sinal, estreou na música sob a tutela do pai, no disco Baden Powell e Filhos (1995), quando contava apenas com 15 anos.

Powell também já integrou a discografia de Cauby Peixoto, Maria Bethânia e Marianna Leporace, participando como músico convidado.

Seu primeiro projeto solo foi lançado no Japão: Samba Novo (2002), que foi seguido de Aperto de Mão (2005) e Corda com Bala (2009), no qual interpreta dois temas do pai.

No repertório do show, muito chorinho e versões para standarts de Tom Jobim, Lamartine Babo, Rafael Rabello, entre outros.