Cultura

Exposição mostra mais de 100 anos de Carnaval de Campina Grande

Fotos, banners e textos documentam desde o surgimento das festas de rua, por Neco Belo, na primeira década do século XX.




Exposição Iconográfica do Carnaval campinense está aberta ao público no hall da Secretaria de Educação

Na terra do Maior São João do Mundo, a Prefeitura de Campina Grande, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), realiza no hall da própria pasta a sua tradicional exposição anual sobre o Carnaval de Campina Grande. Intitulada Exposição Iconográfica do Carnaval Campinense, a mostra está aberta ao público de segunda à sexta-feira, das 8h ao meio-dia, durante os meses de janeiro, fevereiro e março.

A Mostra Iconográfica traz fotos, banners e textos que documentam mais de 100 anos de Carnaval da Rainha da Borborema, desde o surgimento das festas de rua, por Neco Belo na primeira década do século XX, até o surgimento do Pavilhão Epitácio, em 1922, berço dos antigos e monumentais bailes de salão da cidade, como o famoso Baile do Clube 31, que ficava no andar superior do Pavilhão Epitácio.

A popularização dos grandes blocos de rua, nas décadas de 1930 e 1940, como o Bloco das Ciganas, Campinense Clube, Zé Pereira, os tipos humanos fantasiados, que até os dias atuais fazem a originalidade da festa, como os papangus, La Ursas, Bois e Caboclinhos.

Bloco da saudade

Um destaque especial são as fotos em homenagem ao Bloco da Saudade, fundado em 1991 pela Educadora e ativista Cultural Eneida Agra Maracajá, que foi a grande responsável pela retomada do Carnaval de Blocos de rua em Campina Grande, ao desfilar sem cordão de isolamento, sem trios elétrico para valorizar o músico e as orquestras da Cidade.

Para Walter Tavares, historiador e memorialista, a mensagem deixada por meio dessa exposição é de que as manifestações comunitárias, como as máscaras, fantasias, estandartes, bonecos gigantes, confetes, serpentinas e a legítima musicalidade do Carnaval, como o Frevo, Marchinhas e o Samba, retratam a mais genuína miscigenação cultural que emerge do povo brasileiro e, em especial, na cidade de Campina Grande.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.