Cultura

Especial de Jessier em DVD

Previsão de lançamento é para depois do Carnaval.
 




Jessier Quirino está preparando sua aguardada estreia em DVD. Vizinhos de Grito, especial exibido pela Rede Globo Nordeste em dezembro, será o primeiro registro em vídeo da carreira do paraibano de Campina Grande que escolheu Itaporanga (no Vale do Piancó) para morar.

Segundo o poeta, o DVD tem a previsão de ser lançado este ano, depois do Carnaval, e será também o primeiro registro em vídeo do catálogo das Edições Bagaço, selo pelo qual comercializa os seus livros e CDs.

"A Bagaço abraçou a ideia, que é uma extensão, com meia hora a mais, do especial gravado no Recife (PE) em abril e exibido agora em dezembro pela Rede Globo Nordeste", conta Jessier, que repete no DVD a parceria com os cantores Maciel Melo e Xangai, além de incluir, nos extras, poemas inéditos e reproduzidos em seu mais recente livro, Papel de Bodega (Edições Bagaço, R$ 30,00).

"Na realidade, nós temos poemas muito longos, como ‘Vou-me embora pro passado’, que não foram utilizados no espetáculo", explica o artista, referindo-se à paródia do poema de Manuel Bandeira (1886-1968), ‘Vou-me embora pra Pasárgada’. "São tantas as histórias que a gente fica com pena de retirar do projeto e vão acabar nos extras."

Vizinhos de Grito, título do trabalho, faz uma referência ao universo provinciano e matuto, uma das marcas da carreira de Jessier Quirino. "É uma brincadeira que eu faço: existem, por exemplo, os vizinhos de parede-e-meia, que são aqueles que dividem a mesma calçada e a mesma janela; os vizinhos de grito são aqueles um pouquinho mais afastados, que se ouvem pelos gritos, trocando gentilezas e levando um pouquinho da nossa oralidade."

O show que deu origem ao DVD foi gravado no Teatro Boa Vista, pouco antes de o poeta passar por uma cirurgia no coração, em julho, que ocasionou uma interrupção de sua turnê. "Neste ano de 2013 eu tive que dar uma parada estratégica por causa da saúde e andei muito lento de julho pra cá", justifica. "Lento do ponto de vista de atuar no palco, porque foi com essa parada que eu concluí o Papel de Bodega, publicado em dezembro, e participei da edição do DVD."

Para Jessier, 2014 vai ser um ano de divulgação destas duas realizações: "A ideia é exatamente trabalhar o DVD e o livro, já que a minha literatura é muito utilizada na área pedagógica e está sempre disponível para eventos do gênero."

Um dos últimos eventos literários dos quais Jessier Quirino participou foi o Letras e Luzes na Serra – Festa Literária de Areia, que terminou em dezembro. Ele elogiou o público do evento: "O público de Areia é um público diferenciado. Já estive lá algumas vezes e sempre recebo um abraço fervoroso de dois lados: do lado literário, rebuscado, e do lado hilariante. Recife também tem um público assim. Pessoas magnetizadas pela faísca do poema que também caem na gargalhada com o que é engraçado."

Em João Pessoa, onde rompeu o ano, Jessier diz ter passado um Réveillon tranquilo na companhia da família: "No convívio doméstico, as minhas histórias já são bastante conhecidas. As que eu invento, eu nem digo para as pessoas próximas", garante o contador de causos, que arremata com seu costumeiro bom-humor: "Eu gosto de guardar umas surpresinhas."


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.