Cultura

Em novo filme, Marcélia Cartaxo vive mãe em busca de respostas para morte do filho

Quem também está em um novo trabalho no cinema é o ator Leandro Lima.




Marcélia em cena de ‘Pacarrete’ (Foto: Reprodução)

Ainda colhendo os frutos do sucesso de ‘Pacarrete’, lançado em 2019, a atriz paraibana Marcélia Cartaxo começou 2020 já envolvida em um novo projeto. Ela iniciou nesta semana, em São Paulo, as gravações do filme ‘A Mãe’, do duetor Cristiano Burlan. Ela vive a personegem principal, uma mulher em busca de respostas para a morte do filho.

Marcélia interpreta Maria, uma migrante nordestina que mora na periferia de São Paulo e trabalha como camelô. Um dia ela volta para casa e não encontra o filho. Ela acaba sendo informada depois que ele foi morto pela polícia. Maria inicia uma luta por justiça e para descobrir onde está o corpo do filho.

O diretor Cristiano Burlan  também é roteirista do filme e disse que escreveu a personagem pensando em Marcélia. O roteiro também tem muito da trágica história de vida de Burlan. Gaúcho, radicado em São Paulo desde pequeno, ele perdeu o pai, o irmão e a mãe, todos assasinados. O irmão, inclusive, foi morto por um grupo de policiais em São Paulo, assim como o personagem de ‘A Mãe’.

>> Ouça a coluna Cultura Pop no site da CBN Paraíba

Burlan transformou as tragédias familiares em três documentário, que ele chamou de ‘Trilogia do Luto’: ‘Construção, sobre o pai; ‘Mataram meu irmão’, o título fala por si; e ‘Elegia de um crime’, sobre a morte da mãe; último dos três, lançado no ano passado.

‘A Mãe’ ainda não tem data para chegar aos cinemas.

Leandro Lima também em novo trabalho

Agora, se Marcélia Cartaxo está em um projeto que dialoga com a realidade, um outro ator paraibano está envolvido em um longa que fala do sobrenatural. Leandro Lima também começou a gravar nesta semana o novo trabalho da carreira, o filme ‘A Cerca’.

Com trabalhos em novelas da Globo e destaque na série ‘Coisa Mais Linda’, da Netflix, Leandro é um dos nomes do filme que está sendo gravado no sul e direção de Rogério Gomes, também conhecido por novelas.

O longa é um suspense sobrenatural que tem Leona Cavalli vivendo a protagonista Elisa, uma jornalista que vai para a região a trabalho e lá descobre que ten uma ligação com o lugar a partir de vozes que começa a ouvir ao ter contato com a cerca que dá nome ao filme. ‘A Cerca’ também não tem previsão de estreia.

 

(*Esse texto é uma versão da coluna Cultura Pop, da rádio CBN João Pessoa. A coluna vai ao ar todas as quintas-feiras)


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.