Cultura

Eleição para Academia Paraibana de Letras vai ser decidida em 2º turno

Ao todo são 38 integrantes na APL , mas só compareceram 32. Todos votaram e nenhum deles foi branco ou nulo.




Da Redação

A eleição para a cadeira nº 29 da Academia Paraibana de Letras (APL), vaga deixada com a morte do Acadêmico Afonso Pereira, foi realizada nesta quarta-feira (10). Como não teve maioria absoluta, a escolha ficará para segundo turno e está prevista para acontecer no próximo dia 22.

Os concorrentes são o jornalista Carlos Aranha e a escritora e professora de espanhol da UFPB, Mercedes Cavalcante. A quantidade de votos de cada um foi 15 e 11, respectivamente. O desembargador José de Lorenzo Serpa ainda recebey seis votos.

Ao todo são 38 integrantes na APL , mas 32 compareceram. Todos votaram e nenhum deles foi branco ou nulo.

A eleição para a cadeira que foi ocupada pelo advogado e jornalista, Luiz Augusto Crispim, só será realizada depois de uma homenagem póstuma, que não tem data prevista.

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.