Cultura

Divulgada lista dos curta-metragens selecionados para o 13º Fest Aruanda

Festival de cinema da Paraíba, que neste ano acontece entre 6 e 12 de dezembro, tem número recorde de inscrições.




A formidável fabriqueta de sonhos menina Betina

Foi divulgada, nesta terça-feira (30), os 12 curtas selecionados para participar da 13ª edição do Fest-Aruanda do Audiovisual Brasileiro. São nove ficções, dois documentários e uma animação. Há representantes das regiões Nordeste, Sul, Sudeste e do Distrito Federal. Da Paraíba, três filmes selecionados são de João Pessoa, São Domingo do Cariri e Congo.

A edição deste ano, que acontece de 6 a 12 de dezembro de 2018, recebeu um número recorde de inscrições. Foram 521 filmes inscritos, entre curtas de ficção, documentário e animação, além das categorias de TV Universitária. Os selecionados dessa última categoria vão ser divulgados nesta quarta-feira (31).

“Isso representa mais do que o dobro das inscrições que tivemos no ano passado e só evidencia a consolidação do festival, onde até filmes de longa-metragem foram enviados”, disse o produtor executivo do festival, Lúcio Vilar.

Segundo Suyene Correia Santos, uma das responsáveis pela curadoria, é gratificante participar da seleção do Fest Aruanda e conhecer o que está sendo produzido por todo o país. “São filmes interessantíssimos, criativos, com temáticas urgentes que têm os festivais como principal janela de difusão e reconhecimento da obra. Fico feliz por ter contribuído para que esses títulos saiam do anonimato e torço para que os realizadores sintam-se estimulados a produzir cada vez mais, disse.

Confira a lista de Curtas:

  1. “Passo” de Sérgio Rizzo – Documentário (SP)
  2. “De Vez Em Quando, Quando Eu Morro, Eu Choro” de R. B. Lima – Ficção (PB)
  3. “Roda da Fortuna” de Luciano Porto – Ficção (DF)
  4. “Rasga Mortalha” de Patricia de Aquino – Ficção (São Domingo do Cariri/PB)
  5. “Reforma” de Fábio Leal – Ficção (PE)
  6. “Formidável Fabriqueta de Sonhos Menina Betina” de Tiago Ribeiro – Animação (Pelotas/RS)
  7. “Distúrbio” de Cláudia Ribeiro – Ficção (SP)
  8. “Fè Mye Talè” de Henrique Lahude – Ficção (Encantado/RS)
  9. “Edney” de João Roberto Cintra – Ficção (PE)
  10. “Divina Luz” de Ricardo Sá – Documentário (ES)
  11. “Ultravioleta” de José Dhiones Nunes – Ficção (Congo/PB)
  12. “Abismo” de Ivan de Angelis – Ficção (RJ)


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.