Cultura

Bloco 'Cafuçu' vira Patrimônio Cultural e Imaterial da Paraíba

Marcado pela elegância dos foliões, bloco é um dos mais tradicionais do Carnaval de João Pessoa.




Bloco sai na sexta que antecede o Carnaval (Foto: Arquivo)

Um dos blocos mais tradicionais do Carnaval de João Pessoa, o Cafuçu agora é Patrimônio Cultural e Imaterial da Paraíba. A lei com o reconhecimento foi sancionada pelo governador João Azevêdo (PSB) no Diário Oficial do Estado.

Marcado pela elegância e irreverência dos foliões, o Cafuçu foi fundado em 1990. Juntamente com mais dez blocos, fundou o Projeto Folia de Rua, em 1992, e a associação de mesmo nome, em 1996.

O Cafuçu sai na sexta-feira que antecede o Carnaval.Inicialmente o bloco desfilava nas praias de Cabo Branco e Tambaú. Mas depois se mudou para o Centro Histórico de João Pessoa

O projeto para reconhecer o bloco como Patrimônio Cultural e Imaterial foi apresentado na Assembleia Legislativa pela deputada Cida Ramos (PSB). Para ela, o bloco é um atrativo turístico e o reconhecimento reforça a cultura popular da Paraíba.

“O bloco Cafuçu contribui para o resgate do carnaval de rua, além de valorizar o nosso Centro Histórico, a partir de uma festa extremamente criativa e popular. Esse importante bloco carnavalesco cresce a cada ano, com a adesão maciça de toda a cidade e até de outros municípios”, disse Cida Ramos.

Com a transformação do Cafuçu em Patrimônio Cultural, o poder público passa a ter a responsabilidade de proteger o bloco.

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.