Cultura

Andre Matos, ex-vocalista e fundador do Angra, morre aos 47 anos

Músico estava atualmente em turnê de reunião com a banda Shaman.




André Matos era um dos maiores nomes do heavy metal (Foto: Divulgação)

André Matos, ex-vocalista e um dos fundadores da banda brasileira de metal Angra, morreu neste sábado (8). O músico tinha 47 anos. A causa da morte ainda não foi confirmada oficialmente.

A morte de Andre foi confirmada pelo baterista Ricardo Confessori e pelo baixista Luis Mariutti, também ex-integrantes do Angra, em uma nota assinada por toda a equipe e divulgada nas redes sociais. Atualmente eles estavam turnê de reunião com a Shaman, banda formada por Matos após a saída do Angra em 2000.

“O destino nos uniu, nos separou, nos reuniu e agora pregou mais essa com a gente. É com profunda dor em nossos corações que nos despedimos do Andre mais uma vez, desta vez de forma definitiva”, diz o comunicado assinado pelos companheiros e equipe da banda Shaman. O último show de Matos com a Shaman foi no domingo (2) e o próximo seria no dia 13 de julho.

Um dos grandes nomes do heavy metal, Matos nasceu em São Paulo em setembro de 1971 e começou a estudar música quando era criança.

A primeira banda em que ingressou foi a Viper, quando ainda era adolescente, entre os anos 1985 e 1990. A fundação do Angra aconteceu ao lado de Rafael Bittencourt e André Linhares, na época amigos de faculdade, em 1991. Matos gravou os quatro primeiros CDs da banda: “Angels Cry”, “Freedom Call”, “Holy Land” e “Fireworks”.

Ele seguiu no Angra até 2000, quando fundou a Shaman com o baixista Luis Mariutti e o baterista Ricardo Confessori, músicos que também fizeram parte da banda anterior. Eles tocaram juntos até 2006, quando Matos decidiu seguir em carreira solo. No ano passado, no entanto, a banda se reuniu para uma turnê comemorativa.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.