Cultura

Academia Paraibana de Cinema toma posse no Hotel Tambaú

Academia Paraibana de Cinema será inaugurada nesta sexta-feira (12) com a posse de seus 49 membros, às 15h, no Hotel Tambaú, durante o Fest Aruanda.




Academia Paraibana de Cinema toma posse no Hotel Tambaú
Vladimir Carvalho é um dos 49 imortais da Academia

Renato Félix, do Jornal da Paraíba

A primeira exibição de cinema na Paraíba aconteceu em 1897, promovida por Nicola Parente. O fato – o big bang da sétima arte por aqui – é mais do que suficiente para que o italiano seja nomeado o patrono da cadeira número 1 da Academia Paraibana de Cinema, que será inaugurada hoje com a posse de seus 49 membros, às 15h, no Hotel Tambaú, durante o Fest Aruanda.

São 50 cadeiras, mas a 20 ainda está vaga. Entre os nomes confirmados, há tanto cineastas que já cravaram seu nome na história do cinema brasileiro (Linduarte Noronha, cadeira 1, e Vladimir Carvalho, cadeira 2) quanto nomes da novíssima geração de realizadores (como Carlos Dowling, cadeira 32), passando por outros que revitalizaram a produção local nos anos 1990 (Marcus Vilar, cadeira 21, e Torquato Joel, cadeira 47).

Há também personalidades que se notabilizaram pelo exercício da crítica (caso de João Batista de Brito, cadeira 18, Fernando Trevas Falcone, cadeira 26, e até este repórter do JORNAL DA PARAÍBA, na cadeira 23), atores (Fernando Teixeira, cadeira 15, Balduíno Lélis, cadeira 3, e Zezita Matos, cadeira 6), profissionais de outras áreas de uma equipe de filmagem (a montadora Shirley Martins, cadeira 27, e o fotógrafo João Carlos Beltrão, cadeira 49) e até cinéfilos históricos (Ivan Cineminha, cadeira 8).

A APC já tem uma diretoria constituída, com o crítico e historiador Wills Leal, também idealizador da entidade, como presidente, e o jornalista e cineasta Alex Santos como vice. O professor e radialista Moacir Barbosa é o secretário-geral e José Bezerra Filho, escritor e produtor do longa-metragem ‘O Salário da Morte’ (1970), cuida da administração e das finanças.

A Academia Paraibana de Cinema também já possui um site: http://academiaparaibanadecinema.com.br.

Os imortais do cinema paraibano

– Linduarte Noronha
– Vladimir Carvalho
– Balduino Lelis
– Wills Leal
– Alex Santos
– Zezita Matos
– Moacir Barbosa
– Ivan Araújo Costa
– Durval Leal
– Damião Ramos
– Walter Galvão
– Mirabeau Dias
– Matheus de Andrade
– João de Lima
– Fernando Teixeira
– Manoel Jaime Xavier
– Martinho Moreira Franco
– João Batista de Brito
– Arion Farias
– Marcus Vilar
– Braulio Tavares
– Renato Félix
– Lúcio Vilar
– Marcos Ubiratan
– Fernando Trevas Falcone
– Shirley Martins
– Pedro Nunes Filho
– Manfredo Pereira Caldas
– Jomar Souto
– Romero Azevedo
– Rômulo Azevedo
– Carlos Dowling
– Marcélia Cartaxo
– Luiz Carlos Vasconcelos
– Vânia Perazzo
– Marcos Pires
– Carlos Aranha
– Silvino Espínola
– Eliezer Leite Rolim
– José Bezerra Filho
– Jomard Muniz de Britto
– Deodato Borges Filho
– Iveraldo Lucena Costa
– Heleno Campelo
– Bertrand Lira
– João Carlos Beltrão
– Torquato Joel
– Carlos Trigueiro
– Eli-Éri Moura


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.