Concursos e Empregos

Empregos temporários começam a ser oferecidos no comércio de CG

CDL estima a contratação de 250 pessoas para trabalharem de forma temporária. 



Divulgação
Divulgação
Principais vagas são para o cargo de vendedor

As lojas do comércio de Campina Grande já iniciaram o processo de contratação de funcionários para as vagas de empregos temporários. As principais vagas são para vendedor e a Câmara de Dirigentes Logistas (CDL) estima que cerca de 250 pessoas sejam contratadas para trabalhar nas lojas por tempo determinado, mesma quantidade de vagas ofertadas no ano passado. Para ocupar cargos é preciso comprovar experiência.


De acordo com a CDL, 72% das lojas pretendem contratar vendedores temporários, enquanto que 13% procuram funcionários para o cargo de operador de caixa, 7% para fiscal de loja, 6% para estoquista e 2% das lojas pesquisadas vão contratar auxiliares de serviços gerais. A pesquisa foi realizada entre os dias 10 e 18 de outubro, com empresários do comércio local, que também afirmaram buscar pessoas com experiência comprovada.


É o que aponta a pesquisa realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Campina Grande no período de 10 a 18 de outubro, com empresários locais. Algumas lojas que devem contratar temporários já iniciaram o processo de seleção, mas a maioria dos lojistas (69%) informou que irá contratar apenas no mês de dezembro e darão prioridade àquelas pessoas com experiência comprovada.


Segundo a presidente da CDL, Rosália Lucas, a fraca recuperação da economia tem deixado os lojistas ainda mais cautelosos com relação às vendas no período do final de ano. “Aqueles que pretendem investir em mão de obra temporária estão esperando até o último minuto como forma de evitar prejuízos e gastos desnecessários com a folha de pagamento”, pontuou.