Concursos e Empregos

IBGE suspende concurso que preencheria mais de 1.400 vagas temporárias

Conforme comunicado divulgado nesta segunda (18), motivo para o cancelamento do concurso foi um corte no orçamento do instituto.



Kleide Teixeira
Kleide Teixeira
Vagas seriam destinadas ao Censo Agropecuário, além das atividades ligadas ao Censo experimental

Nesta segunda-feira (18), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciou a suspensão do concurso para 1.409 vagas temporárias, com salários entre R$ 1.560 e R$ 7.166, destinadas ao Censo Agropecuário, além das atividades ligadas ao Censo experimental.

De acordo com o comunicado, o motivo para o cancelamento do concurso foi um corte no orçamento do instituto, inviabilizando a realização do censo agropecuário, que estava previsto para 2017.

O IBGE ressaltou que quem se inscreveu no concurso receberá reembolso do valor pago. Os procedimentos para receber o valor serão informados pela Cesgranrio. O valor das inscrições era de R$ 35 a R$ 120. O concurso havia recebido cerca de 124 mil inscrições, conforme a organizadora da seleção.

Autorização para até 82,2 mil vagas
O IBGE foi autorizado a contratar até 82.203 profissionais para atuar no Censo Agropecuário. O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) autorizou a realização do processo seletivo por meio da portaria nº 571 publicada no "Diário Oficial da União", em dezembro do ano passado.

Segundo o documento, as oportunidades seriam para analista censitário (223), agente censitário regional (486), agente censitário administrativo (700), agente censitário municipal (5.500), agente censitário supervisor (12.540), agente censitário informativo (174) e recenseador (62.400). O nível de escolaridade dos cargos não foi divulgado.