Concursos e Empregos

Ainda este ano, IBGE deve lançar certame

Expectativa é de que edital ofereça 600 vagas para cargos de técnico e analista.



O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) deve finalizar, nos próximos dias, o edital do seu próximo concurso com 600 vagas. A banca organizadora já foi definida e  o órgão quer lançar o certame ainda este mês de dezembro.

A empresa escolhida para ficar responsável pela elaboração, organização e execução de todas as etapas do certame é a Fundação Getulio Vargas (FGV). O próximo passo do instituto é assinar o contrato de prestação de serviços com a FGV.

Ao todo, o processo seletivo contemplará 600 vagas, sendo 460 para técnico em informações geográficas e estatísticas; 90 para analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas; e 50 para tecnologista em informações geográficas e estatísticas.

O cargo de técnico será destinado aos candidatos com ensino médio completo, enquanto os outros dois empregos exigirão formação superior em áreas específicas.
Segundo a atual tabela de remuneração dos servidores federais, os salários para técnico ficam entre R$ 3.471,85 e R$ 5.011,01, com a Gratificação por Qualificação (GQ) no nível máximo e o auxílio-alimentação de R$ 373,00.

Os vencimentos para analista e tecnologista partem de R$ 7.373,49 e chegam a R$ 9.107,88 com a Retribuição por Titulação (RT) no nível de doutor e o benefício-alimentação.
Servidores do IBGE recebem, como benefícios, auxílio-transporte e assistência à saúde (médica e odontológica), que é opcional e pode ser usufruída pelo funcionário e seus dependentes.
De acordo com portaria publicada no Diário Oficial da União, o  prazo máximo estipulado pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) para a publicação do edital é 27 de janeiro de 2016.

Com relação à distribuição das vagas, o departamento de comunicação do instituto disse que ela ainda não foi definida, mas a probabilidade é de que o cargo de nível médio seja lotado em unidades de todo o Brasil e as chances de nível superior fiquem concentradas no Rio Janeiro.

Saiba mais

Os principais deveres do técnico em informações geográficas e estatísticas são: coletar dados em diversas fontes, organizar, criticar, corrigir, lançar, tratar e manter os dados garantindo a sua integridade, confidencialidade, disponibilidade, atualização e fidedignidade; realizar entrevistas em domicílios e estabelecimentos informantes para obtenção de dados conforme metodologia e plano de supervisão da pesquisa; realizar levantamentos topográficos/geográficos/cartográficos com vistas a manter atualizada a base territorial dos municípios; proceder à compilação, montagem e organização dos elementos cartográficos, segundo as especificações e normas adotadas; executar e apoiar as tarefas ligadas à manutenção e atualização da rede física dos marcos geodésicos do IBGE; atuar nas diversas modalidades de disseminação de dados e informações, prestando suporte e orientações aos usuários; entre outros.