Concursos e Empregos

Pronatec aprendiz pode ofertar 12 milhões de vagas para jovens

Expectativa do ministro da Educação é que oportunidades sejam abertas até 2018.



O ministro da Educação, Cid Gomes, espera oferecer 12 milhões de vagas para jovem aprendiz até o final de 2018.

"A meta do Pronatec para esse período (segundo mandato da presidenta Dilma Rousseff) é abrir 12 milhões de vagas. Existe já um programa nacional, que é o Menor Aprendiz. E esse programa está muito presente em grandes e médias empresas, até por obrigatoriedade. Mas essas empresas só representam 5% do universo empresarial, então agora queremos massificar", disse Cid Gomes, após um encontro com o ministro da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif, em que assinaram cooperação entre as pastas para custear o treinamento de jovens em empresas de pequeno porte.

Afif explicou que, atualmente, cabe às grandes empresa arcar com os custos de acompanhamento do jovem durante o período de estágio dentro da empresa. No caso das micro e pequenas empresas, que representam 95% do universo empresarial do país, o Pronatec Aprendiz vai cobrir os custos de treinamento e acompanhamento, cabendo a elas apenas o pagamento do salário. Outra mudança é a possibilidade de o jovem ingressar no mercado com 14 anos.

Cid Gomes ressaltou ainda a necessidade de garantir mais acesso a programas de capacitação técnica voltados aos jovens do país. De acordo com ele, em países como a Alemanha e a França, a relação entre profissionais com nível de instrução técnica é de cinco para cada um com nível superior. "Vai ser um oportunidade para milhões de jovens e sem dúvida, terá impacto positivo na economia", completou.