Concursos e Empregos

Empresa lança mapa de carreiras gratuito com 8 milhões de currículos

O acesso às informações de carreira se dá através de uma navegação lúdica e interativa, em um grande mapa que representa todos os cargos e suas conexões.



A dinâmica do mercado de trabalho e a evolução dos profissionais nas diferentes carreiras agora ganhou indicadores precisos ao alcance de um clique. O VAGAS.com, um dos maiores portais de carreira do País, acaba de lançar o Mapa VAGAS de Carreiras (www.vagas.com.br/mapa-de-carreira), um serviço inédito, gratuito, disponível para toda a população, com informações relevantes para o planejamento de carreira. São mais de seis mil cargos com faixas salariais, principais movimentações, formação escolar mais recorrente e vagas abertas. O site também deverá ser uma ferramenta preciosa para profissionais de RH.

"Desenvolvemos o mapa a partir do tratamento estatístico de milhões de informações e estamos devolvendo ao mercado uma fotografia viva, fácil de consultar, das carreiras no Brasil. Ele mostrará a transição real entre os cargos porque não indica apenas a mudança linear de uma profissão, mas também como as pessoas buscam movimentações paralelas no mercado de trabalho”, afirma Mario Kaphan, fundador da VAGAS.com.

O acesso às informações de carreira se dá através de uma navegação lúdica e interativa, em um grande mapa que representa todos os cargos e suas conexões. Como num mapa geográfico, o visitante pode aproximar-se ou afastar-se de um cargo, percorrer as suas conexões, fazer pesquisas e consultar informações. Os usuários poderão compartilhar informações em suas redes sociais.

“Quando oferecemos algo novo, a beleza é fundamental. Assim, foram desenhados elementos com formas simples, geométricas e arredondadas, tornando o Mapa VAGAS amigável e convidativo”, conta o designer David Galasse que atuou no projeto.

Segundo Ronie Ulliana, arquiteto de software, da equipe de P&D da VAGAS, foram trabalhados mais de 23 milhões de dados dos currículos. “Os cargos foram definidos a partir das descrições dos usuários, assim como salários informados. Foram corrigidos erros ortográficos e observados os cargos similares. Organizamos de maneira que ficasse útil para pesquisas sobre carreira”, explica Ulliana.

Para definir um cargo foi levado em consideração que pelo menos 10 pessoas utilizassem uma mesma nomenclatura para uma determinada posição e tivessem conexão com outro. Foram suprimidos os níveis profissionais dos cargos, como júnior, pleno e sênior, e I, II e III. “São muito subjetivos, mudam de acordo com a política de cada empresa, por isso achamos mais correto com o usuário colocar somente o cargo título”, explica Erica Isomura, da equipe de RH da VAGAS.com.

Para recrutadores e profissionais de RH, a plataforma também traz respostas estratégicas. “Quais as remunerações aplicadas às diferentes fases das carreiras e pesquisar cargos similares com nomenclaturas diferentes são algumas das respostas que teremos com o produto”, conclui Kaphan.