Brasil

Alencar deve deixar UTI nesta segunda-feira, informa hospital

Vice se recupera de cirurgia para retirada de tumores no abdome. Segundo boletim, Alencar senta e conversa normalmente.




Do G1

O vice-presidente José Alencar, que se recupera de cirurgia para retirada de tumores da região abdominal realizada no último domingo (25), deve deixar nesta segunda-feira (2) a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), segundo nota divulgada neste domingo pelo hospital Sírio-Libanês.

De acordo com o comunicado, o vice-presidente evolui bem, alimenta-se por via oral, se senta e conversa normalmente.

As equipes que cuidam do vice-presidente são coordenadas pelos professores doutores Paulo Hoff (oncologista clínico), Roberto Kalil Filho (cardiologista) e Ademar Lopes (cirurgião-oncologista).

A cirurgia

A cirurgia, considerada de alta complexidade pelos médicos, é a mais delicada realizada nos dez anos em que José Alencar luta contra o câncer.

Durante o procedimento, foram retirados nove tumores. Para remover o maior deles, com 12 centímetros de diâmetro, foi preciso remover também parte dos intestinos grosso e delgado. Foi necessário ainda retirar dois terços do canal que liga o rim esquerdo à bexiga; os médicos usaram parte do intestino para reconstruir o canal.

Também foram removidos pelos menos outros oito tumores menores na região abdominal. No final da operação, os médicos também aplicaram uma injeção com uma solução de quimioterapia para que fossem eliminadas possíveis células cancerígenas.

A cirurgia foi conduzida pelo cirurgião-oncologista Ademar Lopes. “O vice-Presidente e seus familiares foram avisados sobre a complexidade do procedimento, bem como, sobre os riscos trans e pós-operatórios, estando todos de perfeito acordo”, frisou o cirurgião-oncologista Ademar Lopes.

Íntegra da nota

"José Alencar Gomes da Silva, 77 anos, Vice-Presidente da República, permanece internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde se recupera de cirurgia para retirada de tumores no retroperitônio (porção posterior do abdome), a qual foi submetido no último domingo (25/01).

O paciente segue evoluindo bem, alimenta-se por via oral, se senta e conversa normalmente, devendo deixar a UTI amanhã.

As equipes que assistem ao Vice-Presidente são coordenadas pelos professores doutores Paulo Hoff (oncologista clínico), Roberto Kalil Filho (cardiologista) e Ademar Lopes (cirurgião-oncologista)."


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.